Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 2




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Análise comparativa da qualidade de vida de pacientes portadores de lúpus eritematoso discóide e lúpus eritematoso sistêmico com lesões cutâneas

Comparative analysis of the quality of life of patients with discoid lupus erythematosus and systemic lupus erythematosus with skin injuries*


Priscila Reis Martins1, Thelma Skare2, Thiago Augusto Ferrari1, Ana Paula Franchetti Silva1, Bruna Fabiana Vianna Alessio1

1Acadêmico (a) da Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR) – Curitiba (PR), Brasil.
2Professora Assistente de Reumatologia do Curso de Medicina da Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR) – Curitiba (PR), Brasil.

Recebido em 29.03.2011. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 20.06.2011. * Trabalho realizado no Hospital Universitário de Taubaté - Universidade de Taubaté (HU-UNITAU) – Taubaté (SP), Brasil. Conflito Interesses: Nenhum Suporte Financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Silveira ML, Ferreira FR, Alvarenga ML, Mandelbaum SH. Associação de nevo melanocítico congênito gigante, nevo halo e vitiligo. Relato de caso em paciente de 75 anos. An Bras Dermatol. 2012;87(2):293-6.

Correspondência:
Priscila Reis Martins Hospital Universitário Evangélico de Curitiba Alameda Augusto Stellfeld, 1908 - Bigorrilho 80730-150 Curitiba, PR E-mail: prizinha25@hotmail.com

 

Resumo

Lúpus eritematoso é uma doença auto-imune de etiologia desconhecida, com lesões cutâneovasculares. Tanto o Lúpus Eritematoso Discóide (LED) como o Sistêmico (LES) acometem a pele. Lesões cutâneas visíveis em mulheres jovens podem causar perda de auto estima. No presente estudo procurou-se avaliar e comparar a qualidade de vida em 64 pacientes com LED e LES através de um estudo observacional. Esses pacientes foram divididos em 2 grupos: Grupo 1: LES (n=38); grupo 2: LED (n=26). A seguir aplicou-se o questionário de qualidade de vida - Dermatology Life Quality Índex ou DLQI. Verificou-se que pacientes com LED têm pior qualidade de vida que pacientes com LES Acredita-se que este fato seja gerado pela diferença no espectro de suas lesões.

Palavras-chave: DERMATOLOGIA, LUPUS ERITEMATOSO CUTÂNEO, LUPUS ERITEMATOSO DISCÓIDE, LUPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO, QUALIDADE DE VIDA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações