Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Análise comparativa da distribuição geográfica do espectro histopatológico e espécies de Leishmania da leishmaniose tegumentar americana no Brasil

Comparative analysis of the geographic distribution of the histopathological spectrum and Leishmania species of American cutaneous leishmaniasis in Brazil *


Linton Wallis Figueiredo Souza1, Simone Vilas Trancoso Souza2, Ana Cristina Carvalho Botelho3

1Mestrado em Ciências da Saúde – Professor-pesquisador - Centro de Pesquisa em Doenças Infecciosas - Hospital Universitário Clemente Faria - Universidade Estadual de Montes Claros (HUCF – UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.
2Especialista – Professor-designado - Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.
3Pós-doutorado em Parasitologia - Professor - Programa de pós-graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.

Recebido em 30.03.1011. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 25.07.2011. * Trabalho realizado no Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil. Suporte Financeiro: Nenhum. Conflito Interesses: Nenhum. Como citar este artigo: Souza LWF, Souza SVT, Botelho ACC. Análise comparativa entre a distribuição geográfica do espectro histopatológico e as espécies de Leishmania da leishmaniose tegumentar americana no Brasil. An Bras Dermatol. 2012;87(3):361-6.

Correspondência:
Linton Wallis Figueiredo Souza Av. Cula Mangabeira, 562 Montes Claros Minas Gerais, MG 39401-001 E-mail: wallis@uai.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: O conhecimento das relações entre diferenças geográficas específicas e a histopatologia da leishmaniose tegumentar americana é limitada devido à complexidade espacial e temporal da interação hospedeiro-parasito.
OBJETIVOS: Descrever a distribuição geográfica do padrão histopatológico da leishmaniose tegumentar americana na forma cutânea localizada e a relação com a espécie de Leishmania.
MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo e analítico, de uma amostra de 55 pacientes de Montes Claros e 32 de Caratinga, Minas Gerais, comparando com diferentes regiões do Brasil através de avaliações históricas, microregionais e da construção de intervalos de confiança.
RESULTADOS: Na forma cutânea da leishmaniose tegumentar americana, foi encontrada uma preponderância de reações exsudativas-celulares nos municípios de Caratinga, leste de Minas Gerais, Montes Claros, norte de Minas Gerais e Uberlândia, Triângulo mineiro, e também nos estados de Mato Grosso e Ceará. As reações exsudativas-necróticas-granulomatosas encontradas foram mais freqüentes em áreas do norte do Brasil, principalmente nos estados do Amazonas e Pará. As reações exsudativas-necróticas foram as formas mais freqüentes de apresentação encontradas em todas as áreas no Brasil quando a predominância de L. braziliensis foi menor que 90% em relação às outras espécies.
CONCLUSÕES: Existe uma variação geográfica da resposta inflamatória imune na leishmaniose tegumentar americana. As correlações geográficas entre as espécies predominantes de Leishmania e o espectro histopatológico da leishmaniose tegumentar americana, que até que o presente estudo não tinha sido realizada, permite novas abordagens nos estudos de subpopulações de Leishmania em áreas com uma predominância de uma espécie e provê evidência das variações no comportamento biológico de diferentes espécies.

Palavras-chave: GEOGRAFIA, LEISHMANIOSE CUTÂNEA, PATOLOGIA, PELE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações