Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

30

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

30

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Avaliação de miofibroblastos e sua associação com TGF-ß e IFN-¿ em lesões de pacientes com leishmaniose tegumentar americana

Evaluation of myofibroblasts and its association with TGF-ß and IFN-¿ in lesions of patients with american tegumentary leishmaniasis*


Agostinho Gonçalves Viana1, Patrícia Luciana Batista Domingos2, Carlos Alberto de Carvalho Fraga3, Paulo Rogério Ferreti Bonan4

1Mestre em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.
2Mestranda em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.
3Doutorando em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.
4Doutorado em Estomatopatologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) - Professor adjunto da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – João Pessoa (PB), Brasil.

Recebido em 10.07.2011 Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 18.10.2011. * Trabalho realizado no Laboratório de Pesquisa em Saúde, Hospital Universitário Clemente Faria - Universidade Estadual de Montes Claros (HUCF-UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil. Conflito de interesses: Nenhum / Conflict of interest: None. Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None.

Correspondência:
Paulo Rogério Ferreti Bonan Av. Oceano Atlântico, 158 Apto 402, Cabedelo 58300-000 Paraíba, PB E-mail: pbonan@yahoo.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A leishmaniose é causada pelo protozoário do gênero Leishmania spp., sendo transmitida via picada do inseto flebotomíneo. Estima-se que 12 milhões de indivíduos estejam infectados com a doença, sendo a incidência anual de 2 milhões, número este que tende a aumentar. OBJETIVOS: Avaliar a expressão de miofibroblastos através da imunomarcação de actina de músculo liso alfa, e analisar sua relação com a expressão de citocinas IFN-¿ e TGF-ß1 nas lesões de pacientes com leishmaniose tegumentar americana. MÉTODOS: Trata-se de um estudo retrospectivo, em que foram avaliados 28 pacientes diagnosticados com leishmaniose tegumentar americana durante o período de 2002 a 2006. Na técnica de imuno-histoquímica avaliou-se a presença de miofibroblastos, através do marcador actina de músculo liso alfa, além da imunomarcação do IFN-¿ e TGF-ß1 para identificar o perfil dessas citocinas nos casos positivos e negativos para miofibroblastos. RESULTADOS: Observou-se que dos 28 casos, 17 (60,71%) foram positivos para actina de músculo liso alfa, enquanto 11 (39,29%) foram negativos. IFN-¿ teve uma maior expressão do que TGF-ß1 (p=0,007). A porcentagem média de expressão de IFN-¿ e TGF-ß1 no grupo negativo para actina de músculo liso alfa foi diferente, apresentando uma maior expressão de IFN-¿ (p=0.047). Entretanto, o grupo positivo para actina de músculo liso alfa não apresentou uma diferença estatisticamente significativa (p>0,05). CONCLUSÃO: Verificou-se uma expressão de actina de músculo liso alfa nos casos de leishmaniose tegumentar americana, indicando a presença de miofibroblastos. Nos casos negativos para actina de músculo liso alfa, observou-se uma maior expressão de IFN-¿ comparando com TGF-ß1, revelando que a fase inflamatória está envolvida no processo de cicatrização da lesão.

Palavras-chave: CITOCINAS, IMUNOISTOQUÍMICA, LEISHMANIOSE, LEISHMANIOSE CUTÂNEA, MIOFIBROBLASTOS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações