Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

30

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

30

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 4




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Lúpus eritematoso congênito e neonatal: relato de dois casos

Congenital and neonatal lupus erythematosus: two case reports*


Marcos Noronha Frey1, Ana Elisa Empinotti Ioppi1, Gabriela Czarnobay Garbin2, Roque Domingos Furian3, Ana Elisa Kiszewski Bau4

1Médico(a) dermatologista do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.
2Médica graduada pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.
3Médico especialista em Patologia da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre – Porto Alegre (RS), Brasil.
4Doutora em Patologia pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA); professora adjunta de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA); médica dermatologista e pediatra da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre – Porto Alegre (RS), Brasil.

Recebido em 12.07.2011. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 30.08.2011. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e no ambulatório de dermatologia pediátrica do Hospital da Criança Santo Antônio – Complexo Hospitalar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre – Porto Alegre (RS), Brasil. Conflito de interesses: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None

Correspondência:
Ana Elisa Kiszewski Bau Rua Dona Leonor, 194/301 - Rio Branco CEP: 90420-180 - Porto Alegre, RS E-mail: kiszewski@yahoo.com.br

 

Resumo

Lúpus eritematoso neonatal é uma doença auto-imune produzida pela passagem de anticorpos maternos antinucleares e anticorpos contra antígenos extraíveis nucleares através da placenta. No momento do diagnóstico, as mães são assintomáticas em 40 a 60% dos casos. As manifestações mais comuns são lesões cutâneas e bloqueio cardíaco congênito. Os achados cutâneos são variáveis e geralmente começam nas primeiras semanas ou meses de vida. Lúpus eritematoso congênito é uma variante do lúpus eritematoso neonatal. Apresentaremos um caso de lúpus eritematoso congênito e um caso de lúpus eritematoso neonatal, mostrando a variabilidade da doença.

Palavras-chave: DOENÇAS CONGÊNITAS, HEREDITÁRIAS E NEONATAIS E ANORMALIDADES, LUPUS ERITEMATOSO CUTÂNEO, RECÉM-NASCIDO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações