Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 4




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Ocronose exógena: relato de caso e revisão de literatura

Exogenous ochronosis: case report and literature review*


Viviane Maria Rocha Martins1, Antônio Renê Diógenes de Sousa2, Natália de Carvalho Portela3, Celina Aguiar Frota Tigre1, Lucidi Maria Saraiva Gonçalves4, Rômulo José de Lucena Castro Filho3

1Residente de Dermatologia do Centro de Dermatologia Dona Libânia – Fortaleza (CE), Brasil.
2Professor de Dermatologia da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e da Fundação Edson Queiroz da Universidade de Fortaleza (Unifor); coordenador da residência em Dermatologia do Centro de Dermatologia Dona Libânia – Fortaleza (CE), Brasil.
3Acadêmico(a) de Medicina da Universidade Estadual do Ceará (Uece) – Fortaleza (CE), Brasil.
4Médica dermatologista do Centro de Dermatologia Dona Libânia – Fortaleza (CE), Brasil.

Recebido em 11.11.2010. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 30.08.2011. * Trabalho realizado no Centro de Dermatologia Dona Libânia – Fortaleza (CE), Brasil. Conflito de interesses: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None

Correspondência:
Viviane Maria Rocha Martins Rua Pedro I, 1033 - Centro 60035-101 Fortaleza, CE E-mail: vivianemartins@hotmail.com

 

Resumo

Ocronose exógena é uma condição rara, cosmeticamente desfigurante, devido ao uso tópico indiscriminado de hidroquinona para tratamento do melasma. Manifesta-se como máculas marrom-acinzentadas ou preto-azuladas em áreas cutâneas do uso de hidroquinona. A exata incidência de ocronose Exógena é desconhecida. Altos índices têm sido relatados em populações sul-africanas, sendo rara nos Estados Unidos. Relatamos um caso de uma paciente que desenvolveu ocronose Exógena durante uso de hidroquinona para tratamento do melasma. É necessário o reconhecimento dessa patologia no seu estágio precoce e imediata descontinuação da droga, pois seu tratamento é difícil. A exposição solar é um fator precipitante e deve ser estritamente evitada, embora isso seja difícil no clima tropical do Brasil, especialmente para aqueles que trabalham ao ar livre.

Palavras-chave: HIDROQUINONAS, MELANOSE, OCRONOSE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações