Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

27

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

27

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 6




Voltar ao sumário

 

Investigação

Linfócitos T OX40+ e IFN-¿ estão associados com a patogênese da leishmaniose tegumentar americana

OX40+ T lymphocytes and IFN-¿ are associated with American tegumentary leishmaniasis pathogenesis *


Patrícia Luciana Batista Domingos1, Carlos Alberto de Carvalho Fraga2, Paulo Rogério Ferreti Bonan3

1Graduação - Mestranda em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.
2Mestrado - Doutorando em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil.
3Doutorado - Professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – João Pessoa (PB), Brasil.

Recebido em 04 14.12.2011 Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 14.02.2012. * Trabalho realizado no: Laboratório de Pesquisa em Saúde do Hospital Universitário Clemente de Faria - Universidade Estadual de Montes Claros (HUCFUNIMONTES) – Montes Claros (MG), Brasil. Conflito de Interesses: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte Financeiro / Financial Support: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

Correspondência:
MAILING ADDRESS: Paulo Rogério Ferreti Bonan Av Oceano Atlantico, 158 Apto 402 Intermares 58310-000 João Pessoa, PB E-mail: pbonan@yahoo.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: As leishmanioses são zoonoses consideradas um problema de saúde pública, representando um grupo de doenças complexas, com uma diversidade de amplo espectro clínico e epidemiológico. A leishmaniose é uma doença causada por várias espécies de protozoários do gênero Leishmania spp. A evolução da patologia e a resolução da leishmaniose são dependentes principalmente da espécie de Leishmania envolvida; embora o perfil das citocinas tenha um importante papel no desenvolvimento da resposta imune. OBJETIVOS: Proporcionar mais conhecimentos sobre os eventos inflamatórios na leishmaniose tegumentar através da avaliação da imunoexpressão de OX40, CD20, IFN-¿ e IL-4. MÉTODOS: Foram coletadas amostras de tecido de 41 pacientes, com idade variando entre 6 a 90 anos, com úlceras indolentes na pele confirmados através de exames de diagnóstico como leishmaniose tegumentar. As lesões foram submetidas a imunomarcação das proteínas OX40, CD20, IFN-¿ e IL-4. RESULTADOS: Observamos uma maior expressão de IFN-¿ em comparação com IL-4, com diferenças estatisticamente significativa (p = 0,009). Além disso, OX40 tinha maior expressão quando comparada com IL-4 (p < 0,001). CONCLUSÃO: O presente estudo indica que a resposta imune nas lesões de LTA está associada a um processo de cura, que pode ser explicado pela maior expressão de IFN-¿ quando comparadas com os níveis de IL-4.

Palavras-chave: CITOCINAS, IMUNOISTOQUÍMICA, LEISHMANIOSE, LEISHMANIOSE CUTÂNEA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações