Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 6




Voltar ao sumário

 

Investigação

Perfil de resistência antimicrobiana de isolados de Staphylococcus aureus provenientes de infecções de pele e tecidos moles de pacientes ambulatoriais de um hospital universitário em Recife - PE, Brasil

Antimicrobial resistance profile of Staphylococcus aureus isolates obtained from skin and soft tissue infections of outpatients from a university hospital in Recife -PE, Brazil *


Maria Amélia Vieira Maciel1, Josemir Belo dos Santos2, Marcelle Aquino Rabelo3, Vera Magalhães4

1Doutora em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); professora associada do Departamento de Medicina Tropical da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Recife (PE), Brasil.
2Mestre em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); professor e chefe do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Recife (PE), Brasil.
3Biomédica; mestre em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Recife (PE), Brasil.
4Doutora em Infectologia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); professora titular do Departamento de Medicina Tropical da Universidade Federal

Recebido em 04.02.2012 Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 29.02.2012. * Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Recife (PE), Brasil. Suporte financeiro: nenhum. / Financial Support: None. Conflito de interesses: nenhum / Conflict of Interests: None.

Correspondência:
MAILING ADDRESS: Fabiana Beserra Caraciolo Rua Emboabas, 456. - Brooklin Paulista 04623-011 São Paulo, SP Tel: 11 7778 7654 E-mail: fabianacaraciolo@hotmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: O Staphylococcus aureus possui uma notável habilidade de adquirir resistência antimicrobiana, sendo a resistência à meticilina um problema de saúde pública crescente. O S. aureus resistente à meticilina (MRSA) vem se tornando importante também fora do ambiente hospitalar, particularmente nos Estados Unidos. No Brasil, desde 2005, têm sido relatados casos de infecções cutâneas comunitárias causadas por MRSA, porém estudos de resistência envolvendo pacientes ambulatoriais são escassos. OBJETIVO: Conhecer o perfil de resistência de S. aureus envolvidos em infecções de pele e partes moles de pacientes atendidos no ambulatório de Dermatologia de um hospital universitário de Recife, Pernambuco. MÉTODO: Estudo prospectivo envolvendo 30 pacientes com infecções de pele e tecidos moles atendidos no ambulatório de Dermatologia de maio a novembro de 2011. Para avaliação da suscetibilidade dos S. aureus aos antibióticos foram utilizados teste de disco-difusão e placa de screening de oxacilina. RESULTADOS: Das 30 amostras analisadas, 19 (63%) tiveram cultura positiva para S. aureus. Os seguintes padrões de resistência dos S. aureus foram observados: penicilina, 95%; tetraciclina, 32%; eritromicina, 21%; gentamicina, 16%; cefoxitina, 11%; oxacilina, 11%; sulfametoxazol-trimetoprima, 11%; clorafenicol, 11%; clindamicina, 5%; e ciprofloxacina, 0%. Um dos MRSA identificados foi obtido de paciente sem fatores de risco para sua aquisição, e além de aos betalactâmicos, mostrou-se resistente apenas à tetraciclina. CONCLUSÕES: Em relação aos padrões de resistência dos S. aureus, destacaram-se as resistências à tetraciclina, eritromicina e gentamicina. Documentou-se, pela primeira vez em Pernambuco, um caso de infecção cutânea causada por MRSA associado à comunidade.

Palavras-chave: INFECÇÕES COMUNITÁRIAS ADQUIRIDAS, PELE, RESISTÊNCIA MICROBIANA A MEDICAMENTOS, STAPHYLOCOCCUS AUREUS

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações