Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Tumor triquilemal proliferante do nariz

Proliferating trichilemmal tumor of the nose *


Mónica Caetano1, Ana Oliveira2, Teresa Pinto de Almeida2, Manuela Selores3, Rosário Alves1

1Médico - Assistente Hospitalar de Dermatovenereologia Serviço de Dermatovenereologia do Centro Hospitalar do Porto – Hospital Santo Antônio (EPE-HSA) – Porto, Portugal.
2Médico - Interno de Dermatovenereologia. Serviço de Dermatovenereologia do Centro Hospitalar do Porto – Hospital Santo António (EPE-HSA) – Porto, Portugal.
3- Médica - Diretora de Serviço de Dermatovenereologia Centro Hospitalar do Porto – Hospital Santo António (EPE-HSA) – Porto, Portugal.

Recebido em 07.09.2011. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 08.11.2011. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatovenereologia do Centro Hospitalar do Porto – Hospital Santo Antônio (EPE-HSA) – Porto, Portugal. Suporte Financeiro: Nenhum. / Financial Support: None Conflito Interesses: Nenhum. / Conflict of Interests: None

Correspondência:
MAILING ADDRESS: Aristóteles Rosmaninho Rua D. Manuel II, s/nº Edifício das Consultas Externas 4099-001 Porto, Portugal. E-mail: arisrosmaninho@gmail.com

 

Resumo

Tumor triquilemal proliferante é um tumor raro com origem na baínha radicular externa, que é encontrado geralmente no couro cabeludo de mulheres de meia idade ou idosas. A sua aparência histológica pode não se correlacionar com o seu comportamento clínico. Além disso, não há diretrizes disponíveis para o tratamento destes tumores, tornando a sua gestão um desafio para os médicos. Relatamos o caso de uma mulher de 53 anos com com um tumor triquilémico proliferante no nariz, que é uma localização muito incomum para essas lesões.

Palavras-chave: CISTOS, NEOPLASIAS NASAIS, PELE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações