Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Laser de baixa intensidade (AlGaInP) aplicado com 5J/cm2 reduz a proliferação de Staphilococcus aureus MRSA em feridas infectadas e em pele íntegra de ratos

Low level laser therapy (AlGaInP) applied at 5J/cm2 reduces the proliferation of Staphylococcus aureus MRSA in infected wounds and intact skin of rats*


Helio Plapler1, Mateus Matiuzzi da Costa2, Silvio Romero Gonçalves e Silva3, Maria da Conceição Aquino de Sá4, Benedito Sávio Lima e Silva5

1Pós-doutorado. Professor associado da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); médico cirurgião do Instituto Nacional de Assistência Médica e Previdência Social (Inamps) – São Paulo (SP), Brasil.
2Doutorado. Colaborador em projetos de pesquisa da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); professor adjunto nível 1 da Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) – Juazeiro (BA), Brasil.
3Mestrado. Professor auxiliar nível 1 da Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf); médico concursado do governo do estado de Pernambuco – Cidade (PE), Brasil.
4Mestre. Bolsista de fixação técnica pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE-PE) – Recife (PE).
5Mestrado. Fisioterapeuta concursado do estado de Pernambuco – Cidade (PE), Brasil.

Recebido em 8.01.2012. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 15.03.2012. * Trabalho realizado no Laboratório de Microbiologia do Campus de Ciências Agrárias da Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) – Petrolina (PE), Brasil. Suporte Financeiro: Nenhum / Financial funding: None Conflito Interesses: Nenhum / Conflict of interest: None Como citar este artigo/How to cite this article: Silva DCGG, Plapler H, Costa MM, Silva SRG, Sá MCA, Silva BSL. Laser de baixa intensidade (AlGaInP) aplicado com 5 J/cm2 reduz a proliferação de Staphylococcus aureus MRSA em feridas infectadas e em pele íntegra de ratos. An Bras Dermatol. 2013;88(1):52-7.

Correspondência:
Daniela Conceição Gomes Gonçalves e Silva, Rodovia BR 407, km 12, Lote 543 Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, s/n, "C1" 56300-990 Petrolina – PE Brazil E-mail: danielaftgomes@hotmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Fundamentos: A terapia a laser é um procedimento de baixo custo, não invasiva e com bom desempenho na cicatrização. As dúvidas existentes quanto a sua ação sobre microrganismos justifica a realização de pesquisas visando investigar os possíveis efeitos em feridas infectadas por bactérias. OBJETIVO: Avaliar o efeito do laser de baixa intensidade sobre a taxa de contaminação bacteriana em feridas infectadas na pele de ratos. MÉTODOS: Estudo experimental, utilizando 56 ratos machos Wistar. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em oito grupos de sete animais. Nos animais dos grupos lesionados foi realizada uma incisão na região dorsal.Os animais dos grupos infectados foram infectados por Staphylococcus aureus MRSA. Os animais dos grupos tratados foram tratados com laser de Diodo vermelho (AlGaInP) 658nm, 5J/cm2 em varredura, durante 3 dias consecutivos. Foi colhida uma amostra antes de inocular as bactérias e outra após o tratamento com laser. Para a análise estatística foram utilizados os testes não paramétricos de Wilcoxon (dados pareados). Considerando como significante p < 0,05. RESULTADOS: Através da análise estatística das medianas, observou-se que os grupos submetidos ao laser apresentavam uma proliferação bacteriana menor. CONCLUSÃO: O laser (AlGaInP), com uma dose de 5J/cm2, tanto em feridas quanto em pele íntegra de ratos infectados por Staphilococcus aureus MRSA, se mostrou capaz de reduzir a proliferação bacteriana.

Palavras-chave: CRESCIMENTO BACTERIANO, INFECÇÃO DA FERIDA OPERATÓRIA, RATOS, TERAPIA A LASER DE BAIXA INTENSIDADE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações