Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 2




Voltar ao sumário

 

Educação médica continuada

Epidermólise bolhosa hereditária: aspectos clínicos e terapêuticos

Inherited epidermolysis bullosa: clinical and therapeutic aspects*


Vanessa Lys Simas Yamakawa Boeira1, Erica Sales Souza2, Bruno de Oliveira Rocha1, Pedro Dantas Oliveira3, Maria de Fátima Santos Paim de Oliveira4, Vitória Regina Pedreira de Almeida Rêgo5, Ivonise Follador4

1Acadêmico – Estudante de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA) – Salvador (BA), Brasil.
2Médica - Residente de Dermatologia do Complexo Hospitalar Universitário Prof. Edgard Santos, Universidade Federal da Bahia (C-HUPES/UFBA) – Salvador (BA), Brasil.
3Doutorando em Medicina e Saúde – Professor-substituto de Dermatologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) – Salvador (BA), Brasil.
4Doutora em Medicina e Saúde – Médica-preceptora da Residência de Dermatologia do Complexo Hospitalar Universitário Prof. Edgard Santos, Universidade Federal da Bahia (C-HUPES-UFBA) – Salvador (BA), Brasil.
5Mestre em Medicina e Saúde - Chefe do Serviço de Dermatologia do Complexo Hospitalar Universitário Prof. Edgard Santos, Universidade Federal da Bahia (C-HUPES-UFBA), professora-assistente de Dermatologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) – Salvador (BA), Brasil.

Recebido em 26.08.2012. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 24.10.2012. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia, Complexo Hospitalar Universitário Prof. Edgard Santos, Universidade Federal da Bahia (C-HUPES-UFBA) – Salvador (BA), Brasil. Conflito Interesses: Nenhum / Conflict of Interests: None. Suporte Financeiro: Nenhum / Financial Support: None. Como citar este artigo/How to cite this article: Boeira VLSY, Souza ES, Rocha BO, Oliveira PD, Oliveira MFSP, Rêgo VRPA, Follador I. Epidermólise bolhosa hereditária: aspectos clínicos e terapêuticos. An Bras Dermatol. 2013;88(2):185-99.

Correspondência:
Ivonise Follador Ambulatório Magalhães Neto Padre Feijó, 240, 3º. Andar - Canela. 40110-170 Salvador - BA Brazil E-mail: ifollador@hotmail.com

 

Resumo

A epidermólise bolhosa hereditária (EBH) compreende um grupo heterogêneo de desordens genéticas que têm em comum a fragilidade cutânea e, em alguns casos mucosa, predispondo ao desenvolvimento de bolhas e/ou erosões após fricção ou trauma mínimo. Crianças com história recorrente deste tipo de lesão ou neonatos que as apresentem na ausência de outra explicação plausível devem ser investigados. O diagnóstico deve se basear em achados clínicos e histopatológicos. Até o presente momento, o manejo da EBH consiste basicamente em evitar os traumas desencadeadores das lesões, bem como evitar a infecção e facilitar a cicatrização das feridas com o uso sistemático de curativos.

Palavras-chave: EPIDERMÓLISE BOLHOSA DISTRÓFICA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações