Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 2




Voltar ao sumário

 

Investigação

Correlação entre os diagnósticos dermatoscópico e histopatológico de nevos atípicos no ambulatório de dermatologia da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, SP, Brasil

Correlation between dermoscopic and histopathological diagnoses of atypical nevi in a dermatology outpatient clinic of the Medical School of São José do Rio Preto, SP, Brazil*


João Roberto Antonio1, Rosa Maria Cordeiro Soubhia2, Solange Corrêa Garcia Pires D'Avila3, Adriana Cristina Caldas4, Lívia Arroyo Trídico5, Fernanda Tomé Alves5

Received on 21.01.2012 Approved by the Advisory Board and accepted for publication on 17.06.2012. * Work carried out at the Dermatology Outpatient Clinic of the Medical School (Faculdade de Medicina) of São José do Rio Preto - FAMERP – São José do Rio Preto (SP), Brazil. Financial Support: None. Conflict of Interest: None. How to cite this article: Antonio JR, Soubhia RMC, D''''Avila SCGP, Caldas AC, Trídico LA, Alves FT. Correlation between dermoscopic and histopathological diagnoses of atypical nevi in a dermatology outpatient clinic of the Medical School of São José do Rio Preto, SP. An Bras Dermatol. 2013;88(2):199-203.

Correspondência:
Lívia Arroyo Trídico Rua Antonio Carlos Montanhês, 320 Mansur Daud 15070-550 - São José do Rio Preto - SP Brazil E-mail: latridico@terra.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A incidência do melanoma cutâneo tem aumentado mundialmente e, por ser uma neoplasia agressiva de difícil tratamento em estágios avançados, o diagnóstico precoce é fundamental para cura do paciente. Os nevos melanocíticos são lesões pigmentadas benignas da pele, enquanto os nevos atípicos, por possuírem padrão histológico diferente dos nevos comuns, estão associados ao risco de desenvolvimento de melanoma cutâneo. Dessa forma, o diagnóstico clínico das lesões pigmentadas é de grande importância para diferenciar lesões benignas, atípicas e malignas. A dermatoscopia surgiu como um exame auxiliar in vivo, com papel fundamental no diagnóstico de lesões pigmentadas. Como permite a visualização das estruturas localizadas abaixo do estrato córneo, traz uma nova dimensão morfológica dessas lesões para o dermatologista, permitindo maior precisão diagnóstica, porém, o diagnóstico padrão ouro é a histopatologia. Objetivos: Estabelecer a sensibilidade e especificidade da dermatoscopia no Serviço de Dermatologia do Ambulatório do Hospital de Base da cidade de São José do Rio Preto, SP, no diagnóstico de lesões pigmentadas com suspeita de malignidade (nevos atípicos), comparando o diagnóstico dermatoscópico ao histopatológico. Métodos: Análise de nevos melanocíticos por dermatoscopia e conseqüente biópsia em caso de suspeita de atipia, ou caso o paciente desejar, para realizar posterior diagnóstico histopatológico. Resultados: Sensibilidade: 93%. Especificidade: 42%. Conclusões: A dermatoscopia é um método altamente sensível para o diagnóstico de nevos melanocíticos atípicos. Apesar da baixa especificidade, apresentando grande quantidade de diagnósticos falsos positivos, o método é eficaz no objetivo de rastrear lesões com características suspeitas de malignidade.

Palavras-chave: DERMOSCOPIA, DIAGNÓSTICO, NERVO PIGMENTADO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações