Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 75 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Avaliação em pacientes com vitiligo tratados com extrato hidroalcoólico de placenta humana a 50%

Evaluation in vitiligo patients treated with 50% human placenta hydroalcoholic extract


ANA MARIA DA SILVA BACCI1, RICARDO EULOGIO MARTINEZ ROJAS2

1Médica Dermatologista. Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia.
2Médico Cirurgião Geral. Especialista em Cirurgia estética. Membro da Sociedade de Cirurgia de Cuba. Presidente da Sociedade de Técnicas Hidrotermais de Cuba.

Recebido em 3.8.98. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 01.10.99. Trabalho realizado no Centro Médico Brasil Cuba.

Correspondência:
Ana Maria da Silva Bacci Av. Açocê, 287 São Paulo SP 04075-021 "E-mail":anabacci@zipmail.com.br

 

Resumo

*Fundamentos:* Durante os anos de 1968 a 1970 o Dr. Carlos Miyares Cao introduziu o extrato hidroalcoólico de placenta humana a 50% no tratamento de vitiligo. Melagenina é o nome comercial desse extrato, que contém uma celulotrofina identificada como lipoproteína de baixo peso molecular, que estimula a reprodução dos melanócitos e sua capacidade de produzir melanina. *Objetivos:* Demonstrar os resultados obtidos no tratamento de vitiligo com melagenina em clínica privada, em estudo retrospectivo, não comparativo, entre 1992 e 1996. *Método:* Foram estudados 208 pacientes, que realizaram tratamento tópico com melagenina, em período de seis a 12 meses. Foram avaliados seus dados demográficos, o tipo de vitiligo, o tempo de existência, a localização da primeira lesão, os antecedentes pessoais e familiares, os fatores desencadeantes, a superfície cutânea despigmentada, a evolução das lesões e sua repigmentação mediante anamnese, exame dermatológico e acompanhamento iconográfico. Empregaram-se como testes estatísticos prova de Friedman, teste de Mann-Whitney, análise de variância, teste qui-quadrado e teste de Kruskall-Walli *Resultados:* A repigmentação apresentou resultados favoráveis nos três tipos clínicos de vitiligo, com 87% de repigmentaço boa ou óta aos 12 meses de avaliação do vitiligo segmentar e 72% do tipo vulgar. O grupo com vitiligo universal foi muito pequeno, não permitindo comparação estatística adequada. *Conclusão:* O tratamento do vitiligo com extrato hidroalcoólico de placenta humana a 50% é boa alternativa.

Palavras-chave: ADMINISTRAÇÃO TÓPICA, EXTRATOS PLACENTÁRIOS, VITILIGO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações