Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 3




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Argiria - Relato de caso

Argyria - Case report*


André Lencastre1, Maria Lobo2, Alexandre João3

Correspondência:
André Lencastre Alameda de Santo António dos Capuchos 1169-050 - Lisbon | Portugal E-mail: lencastre.derm@gmail.com

 

Resumo

Um homem de 70 anos, trabalhador rural, foi referenciado à nossa consulta por dermatose assintomática, com 5 anos de evolução, caracterizada pela pigmentação acinzentada generalizada da pele, mais evidente em áreas fotoexpostas, e das lâminas ungueais. Relatava no passado o uso prolongado de Vitelinato de Prata a 10%, por via nasal. Foi efetuado exame histológico de biopsia cutânea que corroborou o diagnóstico clínico de Argiria. O caso representa uma curiosidade dermatológica, atualmente rara. Apesar de abandonados e/ou proibidos por algumas instituições de farmacovigilância, a prata coloidal e sais de prata continuam a ser comercializados como suplementos alimentares, como parte de medicinas alternativas e sem regulação, podendo fazer ressurgir os casos associados à toxicidade pela prata.

Palavras-chave: ARGIRIA, COMPOSTO DE PRATA, PIGMENTAÇÃO DA PELE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações