Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Perfil epidemiológico e histopatológico do melanoma cutâneo em um centro do nordeste brasileiro de 2000 a 2010 *

Epidemiological and histopathological profile of cutaneous melanoma at a center in northeastern Brazil from 2000 to 2010


Camila Maria Arruda Vilanova1, Rafael Bandeira Lages2, Sahâmia Martins Ribeiro1, Isabella Parente Almeida3, Lina Gomes dos Santos4, Sabas Carlos Vieira5

1Aluna de graduação do curso de Medicina da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) – Teresina (PI), Brasil.
2Médico residente em Clínica Médica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – São Paulo (SP), Brasil.
3Médica residente em Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP) – Ribeirão Preto (SP), Brasil.
4PhD; patologista do Hospital São Marcos e professora da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) – Teresina (PI), Brasil.
5PhD; cirurgião oncológico; professor da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) – Teresina (PI), Brasil.

Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 14.10.2012. * Trabalho realizado no Hospital São Marcos e na Universidade Federal do Piauí (Ufpi) – Teresina (PI), Brasil. Suporte Financeiro: Nenhum. / Financial Support: None. Conflito Interesses: Nenhum. / Conflict of Interests: None. Como citar este artigo/How to cite this article: Vilanova CMA, Lages RB, Ribeiro SM, Almeida IP, Santos LG, Vieira SC. Perfil epidemiológico e histopatológico do melanoma cutâneo em um centro do nordeste brasileiro de 2000 a 2010. An Bras Dermatol. 2013;88(4):553-62.

Correspondência:
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA / MAILING ADDRESS: Sabas Carlos Vieira. Rua Félix Pacheco 2159, Sala 305 - Centro 64001-160 - Teresina - Piauí Brasil E-mail: sabas.vieira@uol.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Apesar de representar apenas 3-4% dos tumores malignos de pele, o melanoma cutâneo é o mais agressivo e letal deles. O conhecimento estatístico do comportamento biológico deste tumor em nosso meio ambiente é fundamental para orientar a prática ambulatorial diária e para auxiliar políticas de saúde pública. OBJETIVOS: Analisar o perfil de pacientes com melanoma cutâneo diagnosticados em serviço de referência em patologia em Teresina-Piauí no período de 2000 a 2010. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de pacientes com melanoma diagnosticados entre 2000 e 2010 no Hospital São Marcos, Teresina-Piauí-Brasil. Estudou-se laudos histopatológicos e realizou-se análises estatísticas com o programa SPSS 19,0. RESULTADOS: Um total de 25 melanomas in situ, 199 invasivos e 89 metastáticos de sítio primário desconhecido foram observados. Tipos histológicos encontrados foram nodular (52,8%), melanoma extensivo superficial (18,6%), acral (10,6%) e lentigo maligno (9,5%). Em 144 (73,4%) casos o índice de Breslow foi >1 mm. Verificou-se metástases em 28,6% dos melanomas invasivos e melanoma nodular, Clark IV/V, Breslow >1 mm, índice mitótico =6 e lesões ulceradas estavam mais propensos a metástases. CONCLUSÃO: Melanomas com Breslow >1mm foram os casos predominantes. Principais fatores associados a metástase foram tipo nodular, Clark IV/V, Breslow >1mm, índice mitótico =6 e lesões ulceradas.

Palavras-chave: EPIDEMIOLOGIA, MELANOMA, METÁSTASE NEOPLÁSICA, NEOPLASIAS CUTÂNEAS, NEOPLASIAS PRIMÁRIAS DESCONHECIDAS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações