Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 4




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Dermatite de contato alérgica ocupacional e não-ocupacional e qualidade de vida: um estudo prospectivo*

Occupational and non-occupational allergic contact dermatitis and quality of life: a prospective study


Catiussa Spode Brutti1, Renan Rangel Bonamigo2, Taciana Cappelletti3, Gabriela Mynarski Martins-Costa4, Ana Paula Salin Menegat4

1Dermatologista do Exército Brasileiro no Hospital da Guarnição de Santa Maria – Santa Maria (RS), Brasil.
2Doutor; preceptor do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.
3Médica residente de Clínica Médica no Hospital Geral de Caxias do Sul da Universidade de Caxias do Sul (HGCS-UCS) – Caxias do Sul (RS), Brasil.
4Médica residente do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.

Recebido em 19.06.2012. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 31.07.2012. * Trabalho realizado na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e no Centro de Saúde Santa Marta – Porto Alegre (RS), Brasil. Suporte Financeiro: Nenhum. / Financial Support: None. Conflito Interesses: Nenhum. / Conflict of Interests: None. Como citar este artigo/How to cite this article: Brutti CS, Bonamigo RR, Cappelletti T, Martins-Costa GM, Menegat APS. Dermatite de contato alérgica ocupacional e não ocupacional e qualidade de vida: um estudo prospectivo. An Bras Dermatol. 2013;88(4):681-2.

Correspondência:
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA / MAILING ADDRESS: Catiussa Spode Brutti Rua Sarmento Leite, 245 - Centro 90050-170 - Porto Alegre - RS Brasil E-mail: catibrutti@yahoo.com.br

 

Resumo

A dermatite de contato alérgica é doença frequente na prática dermatológica. No presente estudo procurou-se avaliar e comparar o impacto na qualidade de vida quando de origem ocupacional e não ocupacional e os antígenos alergênicos mais envolvidos. Aplicou-se o questionário de qualidade de vida. Verificou-se impacto moderado na qualidade de vida nos dois grupos, sem diferença estatisticamente significativa. Essa pesquisa corrobora dados prévios gerais de prevalência do sulfato de níquel, seguido pela parafenilenodiamina como alérgenos mais comuns. Nesta amostra, o bicromato de potássio revelou-se um dos principais alérgenos ocupacionais e o thimerosal, um dos principais alérgenos não ocupacionais.

Palavras-chave: ALÉRGENOS, DERMATITE DE CONTATO, QUALIDADE DE VIDA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações