Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 4




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Uso off-label do rituximab na dermatologia: tratamento dos pênfigos*

Off-label use of rituximab in dermatology: pemphigus treatment


Lislaine Bomm1, Tainá Scalfoni Fracaroli2, João Luz Sodré1, Aline Bressan3, Alexandre Carlos Gripp4

1Médico(a) residente de Dermatologia no Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Hupe-Uerj) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
2Médica pós-graduanda em Dermatologia no Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Hupe-Uerj) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
3Médica dermatologista assistente no ambulatório de dermatologia (imunossupressores e biológicos) do Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Hupe-Uerj) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
4Médico dermatologista, preceptor da enfermaria e do ambulatório de dermatologia (imunossupressores e biológicos) do Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Hupe-Uerj) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Recebido em 31.05.2012. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 30.07.2012. * Trabalho realizado no Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Hupe-Uerj) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Suporte Financeiro: Nenhum. / Financial Support: None. Conflito Interesses: Nenhum. / Conflict of Interests: None. Como citar este artigo/How to cite this article: Bomm L, Fracaroli TS, Sodre JL, Bressan A, Gripp AC. Uso offlabel do rituximabe na dermatologia: tratamento dos pênfigos. An Bras Dermatol. 2013;88(4):687-9.

Correspondência:
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA / MAILING ADDRESS: Lislaine Bomm Boulevard 28 de setembro, 66 20551-030 - Rio de Janeiro – RJ Brasil E-mail: lislainebomm@gmail.com

 

Resumo

Desde a sua aprovação em 1997 pela FDA (United States Food and Drug Administration), o rituximab tem sido utilizado para o tratamento de alguns linfomas de células B e da artrite reumatoide resistente à terapia convencional. Porém, ao longo dos últimos 14 anos, muitos relatos demonstraram a eficácia do uso off-label do rituximab em várias afecções dermatológicas. Neste estudo, relatamos dois casos de pênfigo vulgar e dois casos de pênfigo foliáceo que foram tratados com rituximab, na dose de 375 mg/m2 uma vez por semana durante 4 semanas, e que apresentaram boa resposta ao tratamento.

Palavras-chave: IMUNOSSUPRESSORES, PENFIGO, TRATAMENTO BIOLÓGICO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações