Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 6 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Nevo melanocítico congênito agminado - Relato de caso*

Congenital agminated melanocytic nevus - Case report*


Camila Roos Mariano da Rocha1; Thaís Corsetti Grazziotin2; Maria Carolina Widholzer Rey2; Laura Luzzatto3; Renan Rangel Bonamigo4

1. Médica residente do Serviço de Dermatologia do Hospital Federal da Lagoa - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Médica dermatologista; mestre em Patologia pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) - Porto Alegre (RS), Brasil
3. Médica patologista do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) - Porto Alegre (RS), Brasil
4. Chefe do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) - Porto Alegre (RS), Brasil

Recebido em 17.09.2012.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 07.11.2012.
Suporte Financeiro: Nenhum. / Financial Support: None.
Conflito Interesses: Nenhum. / Conflict of Interests: None.
Como citar este artigo/How to cite this article: Rocha CRM, Grazziotin TC, Rey MCW, Luzzatto L, Bonamigo RR. Nevo melanocítico congênito agminado: relato de caso. An Bras Dermatol. 2013;88(6 Supl 1):S170-2.

Correspondência:
Thaís Corsetti Grazziotin
Rua Sarmento Leite, 245
90050-170 - Porto Alegre - RS Brasil
E-mail: tcgrazziotin@gmail.com

 

Resumo

Nevo agminado é um conjunto de lesões melanocíticas confinadas a uma área do corpo. Existem muitas lesões descritas na literatura como agminadas, como nevos azuis, lentigos múltiplos, nevo de Spitz, mas existem poucos casos de nevos melanocíticos agminados congênitos descritos. Relatamos o caso de um paciente do sexo masculino que se apresentou com um nevo agminado congênito, enfatizando a importância do exame físico, dermatoscopia, avaliação histológica, diagnóstico diferencial e seguimento para descartar a possibilidade de alterações displásicas ou malignas.

Palavras-chave: Clusterina; Doenças da Pele e do Tecido Conjuntivo; Nevo; Nevo intradérmico; Nevo pigmentado

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações