Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 88 Número 6 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Utilização do retalho bilobado na região pubiana após exérese de lesão tumoral*

Use of the bilobed flap in the pubic region after tumoral lesion excision*


Felipe Maurício Soeiro Sampaio1; Marcela Duarte Benez Miller2; Gustavo Vieira Gualberto2; Maria Clara Gutierrez Galhardo3; Antonio Carlos Francesconi do Valle3; Paulo Roberto Cotrim de Souza4

1. Pós-graduando em Dermatologia pelo Hospital Central do Exército (HCE) - Fellow de Cirurgia Dermatológica do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Fellow do Serviço de Cirurgia Dermatológica do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
3. MD - PhD - Dermatologista - Laboratório de Dermatologia em Doenças Infecciosas do Instituto de Pesquisa Evandro Chagas - Fundação Oswaldo Cruz (IPECFIOCRUZ) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
4. Médico - Chefe do Serviço de Dermatologia do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Recebido em 09.05.2013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 04.06.2013.
Suporte Financeiro: Nenhum.
Conflito de Interesses: Nenhum.
Como citar este artigo/How to cite this article: Sampaio FMS, Miller MDB, Gualberto GV, Galhardo MCG, Valle ACF, Souza PRC. Utilização do retalho bilobado na região pubiana após exérese de lesão tumoral. An Bras Dermatol. 2013;88(6 Supl 1):S226-8.

Correspondência:
Felipe Maurício Soeiro Sampaio
Rua Marino da Costa, 217 - Apto 201
21940-210 Ilha do Governador, RJ
E-mail: felipemauricio@uol.com.br

 

Resumo

A reconstrução de defeitos cirúrgicos na região pubiana é um desafio para qualquer cirurgião. Objetivamos demonstrar a aplicação do retalho bilobado na reconstrução da região pubiana, após excisão de HPV recidivante aos tratamentos convencionais. Apesar da utilização clássica deste retalho ser na região nasal, aplicações em áreas distintas também se mostraram com excelentes resultados funcionais e estéticos.

Palavras-chave: HIV; Papillomavirus humano 6; Retalhos cirúrgicos

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações