Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

30

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

30

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 89 Número 1




Voltar ao sumário

 

Imagens em Dermatologia Tropical

Um caso de Tinea nigra associada a um acidente por mordedura de coelho europeu (Oryctolagus cuniculus, Leporidae): papel da dermatoscopia no diagnóstico*

A case of Tinea nigra associated to a bite from a European rabbit (Oryctolagus cuniculus, Leporidae): the role of dermoscopy in diagnosis*


André Luiz Rossetto1; Patricia Rossetto Corrêa2; Rosana Cé Bella Cruz3; Eduardo Figueiredo Pereira1; Vidal Haddad Junior4

1. Dermatologistas - Professor de Dermatologia da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) - Itajaí (SC), Brasil
2. Acadêmica de Medicina da Universidade de Marília (Unimar) - Marília (SP), Brasil
3. Mestra - Farmacêutica-Bioquímica da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) - Itajaí (SC), Brasil
4. Dermatologista - Professor livre-docente da Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP) - São Paulo (SP), Brasil

Recebido em 13.02.2013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 15.04.2013.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Rossetto AL, Corrêa PR, Cruz RCB, Pereira EF, Haddad Jr V. Um caso de Tinea nigra associada a um acidente por mordedura de coelho europeu (Oryctolagus cuniculus, Leporidae): papel da dermatoscopia no diagnóstico. AnBrasDermatol. 2014;89(1):169-70.

Correspondência:

André Luiz Rossetto
Vida Centro Médico
Av. Alvin Bauer, 655 - Sala 203
88330-643 - Balneário Camboriú - SC Brasil
Email: rossettovida@terra.com.br

 

Resumo

Relatamos um caso de Tinea nigra em uma adolescente residente em Itapema (SC), Brasil, que apresentou uma mácula hipercrômica localizada na região palmar esquerda próxima à outra mácula eritematosa causada por mordedura de um coelho. A paciente recebeu orientações sobre acidentes e evoluiu bem à butenafina tópica no tratamento da dermatomicose. Os autores destacam ainda a eficácia do exame dermatoscópico no diagnóstico da Tinea nigra com as lesões das mordeduras de animais e outros traumas.

Palavras-chave: Dermatomicoses; Dermoscopia; Micoses; Mordeduras e picadas; Tinha

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações