Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 89 Número 4




Voltar ao sumário

 

Educação médica continuada

Tuberculose cutânea: diagnóstico, histopatologia e tratamento - Parte II*

Cutaneous tuberculosis: diagnosis, histopathology and treatment - Part II*


Josemir Belo dos Santos; Ana Roberta Figueiredo; Cláudia Elise Ferraz; Márcia Helena de Oliveira; Perla Gomes da Silva; Vanessa Lucília Sileira de Medeiros

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - Recife (PE), Brasil

Recebido em 06.05.2013
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 05.07.2013
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Santos JB, Figueiredo AR, Ferraz CE, Oliveira MH, Silva PG, Medeiros VLS. Tuberculose cutânea: diagnóstico, histopatologia e tratamento - Parte II. An Bras Dermatol. 2014;89(4):545-55.

Correspondência:

Josemir Belo dos Santos
Clínica Dermatológica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco
Avenida Prof. Moraes Rego, 123 - Cidade Universitária
50670-901 - Recife - PE Brasil
E-mail: josemirbelo@uol.com.br

 

Resumo

A evolução no entendimento da fisiopatologia da tuberculose permitiu não só conhecer melhor os fatores imunológicos envolvidos no processo da doença, mas também desenvolver novos exames laboratoriais e estabelecer uma classificação histológica que refletisse a capacidade de o hospedeiro conter o agente infeccioso. Paralelamente, o aumento crescente da resistência do bacilo resultou, em 2009, na modificação do esquema básico de tratamento da tuberculose. O artigo analisa, de maneira crítica, a investigação laboratorial, histológica, os esquemas de tratamento para tuberculose e as reações adversas possíveis às drogas mais utilizadas.

Palavras-chave: Eritema endurado; Mycobacterium tuberculosis; Tuberculose; Tuberculose cutânea; Tuberculose latente; Tuberculose dos linfonodos

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações