Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 89 Número 4




Voltar ao sumário

 

Síndrome em Questão

Síndrome em questão*

Syndrome in question*


Sheila Itamara Ferreira do Couto Meireles; Sônia Maria Fonseca de Andrade; Maria Fernanda Gomes; Fernanda Almeida Nunes Castro; Antonio José Tebcherani

Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos - Guarulhos (SP), Brasil

Recebido em 24.03.2013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 30.07.2013.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Meireles SIFC, Andrade SMF, Gomes MF, Castro FAN, Tebcherani AJ. Você conhece esta síndrome? Síndrome de Rendu-Osler-Weber. An Bras Dermatol. 2014;89(4):679-80.

Correspondência:

Sheila Itamara Ferreira do Couto Meireles
Avenida Emílio Ribas, 1819
07051-000 - Guarulhos - SP Brasil
E-mail: sheilaifc@bol.com.br

 

Resumo

Síndrome de Rendu-Osler-Weber, também conhecida como Telangiectasia Hemorrágica Hereditária, consiste em uma rara displasia fibrovascular sistêmica, de transmissão autossômica dominante. Caracteriza-se por epistaxe de repetição, telangiectasias mucocutâneas, malformações arteriovenosas viscerais e história familiar positiva. Pode haver complicações hematológicas, neurológicas, dermatológicas e de trato gastrointestinal. A terapia é de suporte e de prevenção de complicações. Neste artigo, relata-se um caso de Síndrome de Rendu-Osler-Weber em homem de 64 anos, com história de telangiectasias mucocutâneas desde a terceira década de vida, epistaxe recorrente, história familiar positiva e ectasia vascular em trato gastrointestinal.

Palavras-chave: Anormalidades da pele; Dermatopatias vasculares; Epistaxe; Fístula arteriovenosa; Hemorragia gastrointestinal

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações