Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Último dia para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Último dia para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 89 Número 5




Voltar ao sumário

 

Qual o seu diagnóstico?

Caso para diagnóstico*

Case for diagnosis*


Daniela Tiemi Sano; Luciana Valentini de Melo; Antonio José Tebcherani; Ana Paula Galli Sanchez

Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos (CHPBG) - Guarulhos (SP), Brasil

Recebido em 18.09.2013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 27.10.2013.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Sano DT, Melo LV, Tebcherani AJ, Sanchez APG. Caso para diagnóstico. Hiperceratose focal acral. An Bras Dermatol. 2014;89(5):835-6.

Correspondência:

Daniela Tiemi Sano
Secretaria da Dermatologia
Av. Emílio Ribas,1819. Bairro Gopouva
07051-000 - Guarulhos - SP Brasil
E-mail: danitsano@yahoo.com.br

 

Resumo

A hiperceratose focal acral é uma genodermatose rara, com herança autossômica dominante. Caracteriza-se por pápulas ceratósicas localizadas nas margens laterais das mãos e/ou pés, geralmente assintomáticas. O principal diagnóstico diferencial deve ser feito com a acroceratoelastoidose de Costa, da qual se distingue apenas por não apresentar elastorrexe na histopatologia, sendo o exame anatomopatológico necessário para definir o diagnóstico.

Palavras-chave: Biópsia; Ceratodermia palmar e plantar; Ceratose; Dermatoses da mão

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações