Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 89 Número 5




Voltar ao sumário

 

Dermatopatologia

Acroangiodermatite (pseudossarcoma de Kaposi) em um paciente HIV soropositivo com sífilis e coinfecção pelo vírus da hepatite C: aspectos clínicos e dermatopatológicos*

Acroangiodermatitis (pseudo-Kaposi's sarcoma) in an HIV seropositive patient with syphilis and hepatitis C virus coinfection: clinical and dermatopathological features*


Fred Bernardes Filho1; Gustavo Martins2; José Augusto da Costa Nery1,3; Cecília Vianna de Andrade3,4; Bernard Kawa Kac1,5

1. Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay - Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro (IDPRDA - SCMRJ) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Clínica privada - Ituiutaba (MG), Brasil
3. Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
4. Laboratório Fonte MD - Niterói (RJ), Brasil
5. Laboratório Anatomicallab - Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Recebido em 05.08.2013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 02.09.2013.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Bernardes Filho F, Martins G, Nery JAC, Andrade CV, Kac BK. Acroangiodermatite (pseudossarcoma de Kaposi) em um paciente HIV soropositivo com sífilis e coinfecção pelo vírus da hepatite C: aspectos clínicos e dermatopatológicos. An Bras Dermatol. 2014;89(5):792-5.

Correspondência:

Fred Bernardes Filho
Rua Marquês de Caxias, 9, Sobrado, Centro
24030-050. Niterói - RJ Brasil
E-mail: f9filho@gmail.com

 

Resumo

A acroangiodermatite é uma entidade angioproliferativa, geralmente relacionada à insuficiência venosa crônica, considerada um simulador clínico e histológico do sarcoma de Kaposi (SK). A utilização da técnica de imuno-histoquímica é o método indicado para a diferenciação entre essas entidades e revela o seguinte perfil de imunomarcação: imunopositividade com o anticorpo anti-CD 34 somente nas células endoteliais na acroangiodermatite e difusa no SK (tanto nas células endoteliais quanto nas células fusiformes perivasculares); imunopositividade com o anticorpo anti-HHV8 somente nos casos de SK. Os autores relatam o caso de um paciente HIV soropositivo, sem doença vascular aparente, com lesões acastanhadas e eritêmato-violáceas nos pés, cuja avaliação histopatológica e imuno-histoquímica indicou o diagnóstico de acroangiodermatite

Palavras-chave: Herpesvirus humano 8; Imuno-Histoquímica; Sarcoma de Kaposi; Sorodiagnóstico da AIDS; Sífilis cutânea

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações