Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 89 Número 5




Voltar ao sumário

 

Revisão

Vitiligo: classificação, histopatologia e tratamento - Parte 2*

Vitiligo - Part 2 - classification, histopathology and treatment*


Adriane Reichert Faria1,2; Roberto Gomes Tarlé1; Gerson Dellatorre1; Marcelo Távora Mira2; Caio Cesar Silva de Castro1,2

1. Santa Casa de Misericórdia Hospital- Curitiba (PR), Brasil
2. Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) - Curitiba (PR), Brasil

Recebido em 24.04.2 013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 11.06.2013.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Reichert-Faria A, Tarlé RG, Dellatorre G, Mira MT, Silva de Castro CC. Vitiligo: classificação, histopatologia e tratamento - Parte 2. An Bras Dermatol. 2014;89(5):785-91.

Correspondência:

Caio Cesar Silva de Castro
Praça Rui Barbosa, 245
80010-030 - Curitiba - PR Brasil
E-mail: caio.castro@pucpr.br

 

Resumo

Em um esforço inédito na área de vitiligo, foi realizado um consenso mundial que sugeriu uma nova classificação da doença. O principal achado histopatológico no vitiligo é a ausência total de melanócitos funcionantes nas lesões e as células inflamatórias mais comumente encontradas nos bordos das lesões são linfócitos CD4+ e CD8+. Os tratamentos físicos e com fármacos do vitiligo têm como objetivo controlar o dano autoimune aos melanócitos e estimular a migração de melanócitos dos bordos sãos das lesões e do reservatório na bainha externa da raiz do pelo para a pele lesada. Além disso, os tratamentos cirúrgicos podem ser combinados com tratamentos tópicos e físicos.

Palavras-chave: Histologia; Resultado de tratamento; Terapêutica; Vitiligo

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações