Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 89 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Acometimento cutâneo como apresentação inicial de adenocarcinoma metastático de mama - Relato de caso*

Cutaneous involvement as the initial presentation of metastatic breast adenocarcinoma - Case report*


Verônica Riquet de Siqueira; Aline Salmito Frota; Israel Leitão Maia; Hercília Maria Carvalho Queiroz; Jose Telmo Valença Júnior; José Wilson Accioly Filho

Universidade Federal do Ceará (UFC) - Fortaleza (CE), Brasil

Recebido em 21.07.2013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 15.10.2013.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Siqueira VR, Frota AS, Maia IL, Queiroz HMC, Valença Júnior JT, Accioly Filho JW. Acometimento cutâneo como apresentação inicial de adenocarcinoma metastático de mama: relato de caso. An Bras Dermatol. 2014;89(6):963-6.

Correspondência:

Verônica Riquet de Siqueira
Rua Capitão Francisco Pedro, 1290 Rodolfo Teófilo
60430-372 - Fortaleza - CE Brasil
E-mail: veronicariquet@yahoo.com.br

 

Resumo

Metástase cutânea é uma manifestação incomum de tumor maligno visceral. Ocorre tardiamente no curso da doença, mas pode ser o sinal de apresentação de uma neoplasia desconhecida. Relata-se um caso de metástase cutânea local por contiguidade de adenocarcinoma de mama apresentando-se como manifestação inicial e queixa principal em uma mulher de 68 anos, sem história familiar e com exames de triagem negativos para a doença. Biópsias de úlceras que não cicatrizam, de eritema endurecido persistente e de nódulos cutâneos de causa indeterminada devem ser realizadas, visto que a evidência de metástase cutânea pode ser de extrema importância para o diagnóstico, o estadiamento e o prognóstico de um câncer interno. Nesse cenário, o dermatologista assume papel fundamental e deve estar sempre atento para essa possibilidade diagnóstica.

Palavras-chave: Metástase neoplásica; Neoplasias cutâneas; Neoplasias da mama

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações