Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 81 Número 6




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Epidermodisplasia verruciforme: tratamento combinado com acitretina e interferon alfa-2a

Epidermodysplasia verruciformis: combined treatment with acitretin and interferon alpha-2a


CRISTIANA SILVEIRA SILVA1, RODRIGO DE OLIVEIRA RAMOS2, MÁRIO CEZAR PIRES3

1Médica Residente do Serviço de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo - São Paulo (SP), Brasil.
2Médico Residente do Serviço de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo - São Paulo (SP), Brasil.
3Médico Chefe do Setor de Diagnóstico e Terapêutica do Serviço de Dermatologia do Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo - São Paulo (SP), Brasil, e Diretor do Serviço de Dermatologia do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos - São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 05.12.2003. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 01.12.2006. Trabalho realizado no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo - São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum. _Como citar este artigo:_ Silva CS, Ramos RO, Pires MC, Sittart JAS. Epidermodisplasia verruciforme: tratamento combinado com acitretina e interferon alfa-2a. An Bras Dermatol. 2006;81(6):595-7.

Correspondência:
Dr. Mario Cezar Pires Rua Ezequiel Freire, 35 1o. andar – sala 11 – Santana 02034-000 São Paulo – SP "E-mail":mapires@webcable.com.br

 

Resumo

Comunica-se o resultado do tratamento com acitretina e interferon alfa-2a em doente de 16 anos de idade com epidermodisplasia verruciforme. O diagnóstico foi realizado mediante os achados clínico-histopatológicos e pesquisa in situ positiva para papiloma vírus humano. O quadro clínico era extenso e resistente a outros tratamentos, com risco de desenvolvimento de neoplasias. Houve melhora clínica 30 dias após o início do tratamento, mantida durante os 16 meses de seguimento.

Palavras-chave: ACITRETINA, EPIDERMODISPLASIA VERRUCIFORME, INTERFERON ALFA-2A

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações