Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 90 Número 1




Voltar ao sumário

 

Revisão

Esclerodermia localizada: espectro clínico e atualização terapêutica*

Localized scleroderma: clinical spectrum and therapeutic update*


Mariana Figueiroa Careta; Ricardo Romiti

Universidade de São Paulo (USP) - São Paulo (SP), Brasil

Recebido em 24.06.2 013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 11.10.2013.
Conflito de Interesses: Nenhum
Suporte Financeiro: CNPq (National Council for Scientific and Technological Development), número: 141992/2011-5
Como citar este artigo: Careta MF, Romiti R. Esclerodermia localizada: espectro clínico e atualização terapêutica. An Bras Dermatol. 2015;90(1):61-72.

Correspondência:

Mariana Figueiroa Careta
Rua Barão de Teffe 1000 sala 13 - Jardim Ana Maria
13208-765 - Jundiai -SP Brasil
E-mail: mfcareta@yahoo.com.br

 

Resumo

A esclerodermia é uma doença do tecido conectivo que se manifesta por meio da esclerose cutânea e apresenta variável acometimento sistêmico. Duas categorias de esclerodermia são conhecidas: esclerose sistêmica, caracterizada por esclerose cutânea e acometimento visceral; e a esclerodermia localizada ou morfeia que, classicamente, apresenta evolução benigna e autolimitada, confinada à pele e/ou a tecidos subjacentes. A esclerodermia localizada é uma doença rara e de etiologia desconhecida. Estudos recentes demonstram que a forma localizada pode, eventualmente, apresentar acometimento de órgãos internos e tem morbidade variável. O tratamento deve ser iniciado de forma precoce a fim de minimizar complicações. Relatamos, a seguir, os aspectos mais importantes e particularidades na abordagem de pacientes com diagnóstico de esclerodermia localizada.

Palavras-chave: Doenças autoimunes; Doenças do colágeno; Doenças do sistema imune; Epidemiologia; Esclerodermia localizada; Sinais e sintomas

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações