Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 90 Número 2




Voltar ao sumário

 

Investigação

Índice de qualidade de vida em indivíduos com dermatoses bolhosas autoimunes*

Quality of life index in autoimmune bullous dermatosis patients*


Mariana Álvares Penha; Joyce Godoy Farat; Hélio Amante Miot; Sílvia Regina Catharino Sartori Barraviera

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - (Unesp) - Botucatu (SP), Brasil

Recebido em 13.01.2013.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 16.03.2014.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Penha MA, Farat JG, Miot HA, Barraviera SRCS. Índice de qualidade de vida em indivíduos com dermatoses bolhosas autoimunes. An Bras Dermatol. 2015;90(2):193-7. An Bras Dermatol. 2015;90(2):193-7.

Correspondência:

Sílvia R. C. S. Barraviera
Departamento de Dermatologia e Radioterapia da FMB-Unesp, SN, Campus Universitário de Rubião Jr.
18618-000 - Botucatu - SP Brasil
E-mail: dermato@fmb.unesp.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Dermatoses bolhosas autoimunes são enfermidades complexas desencadeadas pela ação de autoanticorpos contra antígenos epidérmicos ou da junção dermoepidérmica. Caracterizam-se por vesículas e bolhas cutâneas que evoluem com áreas de erosão. Apesar de raras, apresentam elevada morbidade, comprometendo a qualidade de vida dos pacientes.
OBJETIVO: Avaliar o impacto de dermatoses bolhosas autoimunes na qualidade de vida de pacientes atendidos em serviço público universitário do interior do Brasil.
MÉTODOS: Estudo transversal baseado em inquérito a pacientes portadores de dermatoses bolhosas autoimunes, atendidos em ambulatório de serviço de referência universitário. Foram avaliados elementos ligados à qualidade de vida pelo construto DLQI-BRA, dados clínicos e demográficos.
RESULTADOS: Foram identificados 43 pacientes com pênfigo foliáceo, 32 com pênfigo vulgar, seis com penfigoide bolhoso e três com dermatite herpetiforme. A idade média foi de 48±16 anos e 34 (40%) eram do sexo feminino. O escore mediano (p25-p75) do DLQI foi de 16 (9-19), classificado como "grave comprometimento" da qualidade de vida, com maior impacto relacionado aos sintomas e sentimentos, atividades diárias e lazer.
CONCLUSÃO: Doenças bolhosas autoimunes infligem grave comprometimento à qualidade de vida em pacientes de ambulatório público do interior do Brasil.

Palavras-chave: Dermatite herpetiforme; Dermatopatias vesiculobolhosas; Pênfigo; Penfigoide bolhoso; Qualidade de vida

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações