Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 75 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Os mestres em Dermatologia da UFMG, 1980-1995: o perfil acadêmico, profissional e a percepção do curso

Master''''s degree students in Dermatology at the UFMG 1980-1995: their academic and professional profile, and opinions about the course


CLÁUDIA MARCIA DE RESENDE SILVA1, BERNARDO GONTIJO2, HENRIQUE LEONARDO GUERRA3

1Médica, Ambulatório de Dermatologia. Mestre.
2Professor Adjunto; Doutor. Coordenador, Curso de Pós-Graduação de Dermatologia (Mestrado) - UFMG.
3Pesquisador, Laboratório de Epidemiologia e Antropologia. Médica, Centro de Pesquisas René Rachou - Fundação Oswaldo Cruz. Mestre. Doutorando, Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde.

Recebido em 24.5.1999. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 17.01.2000. Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia, Hospital das Clínicas - UFMG.

Correspondência:
Cláudia Márcia de Resende Silva Rua Boa Esperança, 40 / 401 Belo Horizonte MG 30310-730

 

Resumo

*Fundamentos:* A pós-graduação stricto sensu no Brasil, considerada uma das áreas mais bem sucedidas da universidade, preocupa-se, atualmente, com sua consolidação e a manutenção da qualidade. Além dos parâmetros de avaliação utilizados pela CAPES, outros, como a avaliação dos pós-graduados, têm sido muito valorizados. *Objetivos:* Conhecer as atividades acadêmicas e profissionais dos alunos titulados pelo curso de Pós-Graduação em Medicina da UFMG (Dermatologia), verificar as mudanças ocorridas nessas atividades após o início do curso e descrever a percepção do curso pelo egresso. *Materiais e métodos:* Foram analisados 36 de 40 questionários enviados aos alunos de Pós-Graduação em Medicina da UFMG (Dermatologia - mestrado), titulados até dezembro de 1995. Na análise estatística foram utilizadas freqüências simples, teste de qui-quadrado e análise de variância. *Resultados:* A comparação dos períodos antes e após o início do curso demonstrou um aumento estatisticamente significante das atividades no ensino superior, em consultório, em instituições de ensino superior - IES e dos egressos que publicavam em revistas nacionais e capítulos de livros. A produção científica dos egressos manteve-se na faixa de 0,1 a 0,9 publicação/ano, tanto antes quanto após o início do curso. A maioria dos egressos entrou no mestrado visando ao aprimoramento na metodologia científica (86,1%) ou à carreira do magistério superior (80,6%). A percepção do curso pelo egresso foi considerada de boa a ótima em relação às disciplinas e à participação dos professores e orientadores. *Conclusões:* A maioria dos egressos é docente de nível superior, trabalha em consultório, tem pequena participação no nível de pós-graduação e pesquisa pouco. Sua produção científica, apesar de baixa, é semelhante à de outros pósgraduados do país. A avaliação do curso pelo egresso variou de bom a ótimo.

Palavras-chave: AVALIAÇÃO, EDUCAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações