Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 90 Número 3 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Siringofibroadenoma écrino solitário - Relato de caso*

Solitary eccrine syringofibroadenoma - Case Report*


Caroline Bertolini Bottino; Tais Ferreira Guimarães; Flávio Rezende Gomes; Antonio Macedo D'Acri; Ricardo Barbosa Lima; Carlos José Martins

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Recebido em 27.06.2014.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 04.08.2014.
Financial Support: None
Conflict of Interest: None
Como citar este artigo: Bottino CB, Guimarães TF, Gomes FR, D'Acri AM, Lima RB, Martins CJ. Siringofibroadenoma écrino solitário: relato de um caso. An Bras Dermatol. 2015;90(3 Supl 1):S232-5.

Correspondência:

Caroline Bertolini Bottino
Rua Mariz e Barros, 775
20270-004 - Rio de Janeiro - RJ Brasil
E-mail: carolfbertolini@gmail.com

 

Resumo

O siringofibroadenoma écrino é uma neoplasia anexial rara, benigna, derivada das células do acrossiríngeo das glândulas sudoríparas écrinas. Geralmente manifesta-se como nódulo solitário acometendo as extremidades de pacientes idosos, mas pode apresentar-se como pápulas, nódulos ou placas. O aspecto clínico é inespecífico e implica o diagnóstico diferencial com neoplasias malignas. No entanto, os achados histopatológicos são típicos. O principal tratamento é a exérese cirúrgica. Com o objetivo de ilustrar uma apresentação típica do tumor, será relatado um caso de siringofibroadenoma écrino solitário, descrevendo o tratamento cirúrgico empregado e seu resultado.

Palavras-chave: Glândulas écrinas; Neoplasias cutâneas; Retalhos cirúrgicos

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações