Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 90 Número 3 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Eritema arciforme migratório palpável de possível etiologia medicamentosa*

Possibly drug-induced palpable migratory arciform erythema*


Fernando Luiz Teixeira Dantas; Neusa Yuriko Sakai Valente; Isis Suga Veronez; Priscila Kakizaki; Juliana Ribeiro Leitão; Rafael Cavanellas Fraga

Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) - São Paulo (SP), Brasil

Recebido em 15.04.2014.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 27.06.2014.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Dantas FLT, Valente NY, Veronez IS, Kakizaki P, Leitão JR, Fraga RC. Eritema arciforme migratório palpável de possível etiologia medicamentosa. An Bras Dermatol. 2015;90(3 Supl 1):S76-9.

Correspondência:

Fernando Luiz Teixeira Dantas
Rua Borges Lagoa, 1.755 Vila Clementino
04038-034 - São Paulo - SP Brasil
E-mail: fernandotdantas@uol.com.br

 

Resumo

De etiologia desconhecida e com poucos casos publicados, o eritema arciforme migratório palpável possui características clínicas e histopatológicas difíceis de serem distinguidas da infiltração linfocitária de Jessner, do lúpus eritematoso túmido e da forma profunda do eritema anular centrífugo. Descrevemos aqui os primeiros dois casos brasileiros de eritema arciforme migratório palpável. As pacientes apresentavam placas anulares e arcos eritematosos sem escamas perceptíveis, que se expandiam de forma centrífuga e desapareciam depois de alguns dias sem deixar cicatrizes ou lesões residuais, ressurgindo em outros locais de forma crônica por anos. Além disso, havia evidências clínicas e histológicas nos casos aqui reportados de que medicações poderiam desempenhar papel desencadeador dessa dermatose.

Palavras-chave: Anormalidades induzidas por medicamentos; Lúpus eritematoso cutâneo; Pseudolinfoma

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações