Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

31

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

31

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 90 Número 5




Voltar ao sumário

 

Investigação

Investigação da hiperidrose primária em estudantes de Medicina do estado de Sergipe, Brasil*

Research of primary hyperhidrosis in students of medicine of the State of Sergipe, Brazil*


Sônia Oliveira Lima1,2; João Fernandes Britto Aragão2; José Machado Neto2; Kaio Bernardes Santos de Almeida2; Layla Melize Santos Menezes1; Vanessa Rocha Santana1,3

1. Universidade Tiradentes (UNIT) - Aracaju (SE), Brasil
2. Universidade Federal de Sergipe (UFS) - Aracaju (SE), Brasil
3. Secretaria Municipal de Saúde de Itabaiana - Itabaiana (SE), Brasil

Recebido em 20.07.2014
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 12.11.2014
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Lima SO, Aragão JFB, Machado Neto J, Almeida KBS, Menezes LMS, Santana VR. Investigação da hiperidrose primária em estudantes de Medicina do estado de Sergipe, Brasil. An Bras Dermatol. 2015;90(5):661-5.

Correspondência:

José Machado Neto
650, Pedro Valadares Avenue, 650 - Apt. 603
49025-090 - Aracaju - SE Brasil
Email: machado.jmn@live.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: hiperidrose, ou produção excessiva de suor, ocorre em 2,9 a 9% da população.
OBJETIVO: estimar a prevalência e transtornos consequentes à hiperidrose primária (HP) em estudantes de Medicina do estado de Sergipe.
MÉTODOS: estudo transversal, mediante entrevistas individuais.
RESULTADOS: a hiperidrose foi evidenciada em 14,76% dos indivíduos, as regiões mais acometidas foram palmar, plantar e axilar, gerando prejuízo nas atividades diárias. História familiar ocorreu em 45% e foi diagnosticada por médico em 22,72% dos entrevistados.
CONCLUSÃO: a prevalência de hiperidrose nos estudantes de Medicina de Sergipe mostrou-se elevada, com importante história familiar e pequena parcela de diagnósticos realizada por profissionais médicos.

Palavras-chave: Hiperidrose; Epidemiologia; Suor; Estudantes de medicina

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações