Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 1




Voltar ao sumário

 

Educação médica continuada

Psoríase: novas comorbidades*

Psoriasis: new comorbidities*


Jackson Machado-Pinto1,2; Michelle dos Santos Diniz1,3; Nádia Couto Bavoso1

1. Santa Casa de Belo Horizonte - Belo Horizonte (MG), Brasil
2. Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (FCMMG) - Belo Horizonte (MG), Brasil
3. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Belo Horizonte (MG), Brasil

Recebido em 31.10.2014.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 08.12.2014.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Machado-Pinto J, Diniz MS, Bavoso NC. Psoríase: novas comorbidades. An Bras Dermatol. 2016;91(1):08-16.

Correspondência:

Michelle dos Santos Diniz
Rua Padre Rolim 769/ sala 1002 Santa Efigênia
30130-090 - Belo Horizonte - MG Brasil
Email: michellesdmi@yahoo.com.br

 

Resumo

A psoríase é uma doença inflamatória crônica associada a diversas comorbidades. Há algumas décadas, era considerada uma doença exclusiva da pele, mas hoje é considerada uma doença multissistêmica. Acredita-se que 73% dos pacientes com psoríase apresentem, pelo menos, uma comorbidade. Estudos já demonstraram associação entre psoríase e doença inflamatória intestinal, uveíte, distúrbios psiquiátricos, síndrome metabólica e seus componentes e doenças cardiovasculares. O estado inflamatório sistêmico parece ser o denominador comum entre todas essas comorbidades. Este trabalho tem por objetivo apresentar uma revisão da literatura atual sobre algumas novas comorbidades que estão sendo associadas à psoríase, como a osteoporose, a apneia obstrutiva do sono e a doença pulmonar obstrutiva crônica. Apesar de ainda haver controvérsia, muitos estudos já sinalizam para um possível comprometimento ósseo nos pacientes com psoríase, em especial no grupo do sexo masculino, geralmente menos acometido pela osteoporose. A psoríase e a doença pulmonar obstrutiva crônica apresentam alguns fatores de risco em comum, como obesidade, tabagismo e sedentarismo, além de ambas as doenças estarem associadas à síndrome metabólica. Esses fatores poderiam ser possíveis fatores de confusão na associação dessas duas doenças. Novos estudos prospectivos com controle desses possíveis fatores de confusão devem ser elaborados na tentativa de se estabelecer o nexo causal. Os dados existentes na literatura sugerem haver uma associação entre apneia obstrutiva do sono e psoríase, porém os estudos realizados até o momento envolveram poucos pacientes ou fizeram um seguimento por curto período. É precoce, portanto, afirmar que, de fato, exista uma correlação entre essas duas enfermidades.

Palavras-chave: Psoríase; Osteoporose; Doenças ósseas metabólicas; Doença pulmonar obstrutiva crônica; Síndromes da apneia do sono; Apneia do sono tipo bbstrutiva

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações