Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

32

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

32

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 1




Voltar ao sumário

 

Dermatopatologia

Invasão cutânea de carcinoma urotelial sarcomatoide: aspectos clínicos e dermatopatológicos*

Cutaneous invasion from sarcomatoid urothelial carcinoma: clinical and dermatopathologic features*


Fred Bernardes Filho1; Daniel Gama das Neves2; Alessandro Severo Alves de Melo2; Margareth Fernandes da Cruz3; Andréa Rodriguez Cordovil Pires2; Bernard Kawa Kac4; Omar Lupi5,6,7

1. Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay - Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro (IDPRDA-SCMRJ) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Universidade Federal Fluminense (UFF) - Niterói (RJ), Brasil
3. Hospital Orêncio de Freitas - Niterói (RJ), Brasil
4. Private clinic - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
5. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
6. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
7. Policlínica Geral do Rio de Janeiro (PGRJ) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Recebido em 01.10.2014
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 04.12.2014
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Bernardes Filho F, Neves DG, Melo ASA, Cruz MF, Pires ARC, Kac BK, Lupi O. Invasão cutânea de carcinoma urotelial sarcomatoide: aspectos clínicos e dermatopatológicos. An Bras Dermatol. 2016;91(1):77-83.

Correspondência:

Fred Bernardes Filho
Rua Marquês de Caxias, 9, Sobrado Centro-Niterói
24030-050 - RJ Brasil
E-mail: f9filho@gmail.com

 

Resumo

No Brasil, sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de bexiga em homens é o oitavo mais frequente, sendo o carcinoma urotelial, ou carcinoma de células transicionais, o mais comum. As metástases cutâneas de neoplasia urotelial surgem como placas ou nódulos únicos ou múltiplos, eritêmato-infiltrados e, tais como outros casos de doença à distância, são indicativas de mau prognóstico. O carcinoma urotelial invasivo é reconhecido por sua capacidade de diferenciação divergente e apresentação de variantes morfológicas. O carcinoma sarcomatoide da bexiga é uma neoplasia rara, constituída por dois componentes diferentes: um formado por tecido epitelial e outro com características sarcomatoides de origem mesenquimatosa. Os autores descrevem um caso de metástase cutânea de carcinoma urotelial sarcomatoide em um paciente masculino de 63 anos.

Palavras-chave: Imuno-histoquímica; Neoplasias da bexiga urinária; Sarcoma

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações