Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 3




Voltar ao sumário

 

Revisão

Aplicação do silício para os cuidados da pele e dos cabelos: uma abordagem sobre as formas disponíveis e sua eficácia*

Use of silicon for skin and hair care: an approach of chemical forms available and efficacy*


Lidiane Advincula de Araújo1; Flavia Addor2; Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos1

1. Universidade de São Paulo (USP) - Ribeirão Preto (SP), Brasil
2. Clínica privada - São Pulo (SP), Brasil

Recebido em 27.08.2014
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 21.11.2014
Suporte financeiro: nenhum.
Conflito de interesses: nenhum.
Como citar este artigo: Araújo LA, Addor F, Campos PMBGM. Aplicação do silício para os cuidados da pele e dos cabelos: uma abordagem sobre as formas disponíveis e sua eficácia. An Bras Dermatol. 2016;91(3):331-6.

Correspondência:

Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Avenida do Café, S/N Monte Alegre
14040-903 - Ribeirão Preto - SP - Brasil
Email: pmcampos@usp.br

 

Resumo

O silício é o segundo elemento mais abundante na terra, ficando atrás apenas do oxigênio. Além disso, representa o terceiro elemento-traço mais abundante no corpo humano. Está presente na água e em fontes vegetais e animais. Em relação à pele, sugere-se que o silício seja importante para a síntese ótima de colágeno e para a ativação de enzimas de hidroxilação, melhorando a resistência e a elasticidade cutâneas. Tratando-se dos cabelos, sugere-se que um maior conteúdo de silício na fibra capilar resulte em um menor índice de queda capilar e em aumento do brilho. Por esses efeitos benéficos, é crescente o interesse em estudos científicos que analisem a eficácia e a segurança do uso de suplementos alimentares contendo silício, que visa a aumentar os níveis séricos desse elemento e, consequentemente, levar a melhorias na pele e nos seus anexos. Existem diferentes formas de suplementos de silício disponíveis. A segurança e a biodisponibilidade são os dois principais aspectos a serem avaliados. Assim, o objetivo do presente estudo foi pesquisar as informações disponíveis na literatura científica em relação às diferentes formas químicas disponíveis de suplementos de silício e avaliar as limitações e os recentes avanços que suportam ou não o seu uso. De acordo com a avaliação dos estudos publicados, dentre as diversas formas químicas disponíveis, concluiu-se que o ácido ortossilícico (OSA) é a forma que apresenta maior biodisponibilidade; as demais formas possuem absorção inversamente proporcional ao grau de polimerização. No entanto, estudos clínicos de segurança e eficácia ainda são escassos.

Palavras-chave: Cabelo; Colágeno; Compostos de silício; Disponibilidade biológica; Envelhecimento da pele; Silício; Suplementos dietéticos

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações