Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

32

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

32

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 4




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Melanoma em associação com nevo azul congênito, médio e comum do couro cabeludo - Relato de caso*

Melanoma associated with congenital intermediate common blue nevus of the scalp - Case report*


Camila Sampaio Ribeiro1; Sergio S. Serpa2; Maria Auxiliadora Jeunon Sousa3; Thiago Jeunon1

1. Hospital Federal de Bonsucesso – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Universidade Estácio de Sá – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
3. Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Recebido em 26.11.2014
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 10.01.2015
Suporte financeiro: nenhum.
Conflito de interesses: nenhum.
Como citar este artigo: Ribeiro CS, Serpa SS, Jeunon-Sousa MA, Jeunon T. Melanoma em associação com nevo azul congênito, médio e comum do couro cabeludo-Relato de caso. An Bras Dermatol. 2016;91(4):514-6.

Correspondência:

Thiago Jeunon
Rua General Roca, 778/1.005 Tijuca
20521-070 - Rio de Janeiro - RJ Brasil
E-mail: jeunon@gmail.com

 

Resumo

Melanomas podem surgir de novo (70%) ou a partir de lesões melanocíticas preexistentes (30%). Daqueles que surgem sobre lesões prévias, a maioria ocorre na junção dermoepidérmica de nevos não azuis pequenos, congênitos ou adquiridos, enquanto somente um pequeno número surge de nevos azuis, principalmente do subtipo celular. Melanomas que surgem sobre nevos azuis ocorrem com maior frequência no couro cabeludo, assim como no caso descrito. Discute-se a relevância do nevo gigante como fator de risco para melanoma, mas pouco se discute sobre o papel dos nevos de tamanho médio. Relatamos o caso de um paciente de 52 anos que apresentou melanoma em associação com nevo azul congênito de tamanho médio no couro cabeludo.

Palavras-chave: Anormalidades congênitas; Couro cabeludo; Melanoma; Nevo azul

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações