Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

28

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

28

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 5




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Nevo azul agminado - Relato de caso*

Agminated blue nevus - Case report*


Alice Paixão Lisboa1; Keline Jácome Silvestre1; Renata Leite Pedreira1; Natália Ribeiro de Magalhães Alves1; Daniel Lago Obadia1,2; Luna Azulay-Abulafia1,3,4

1. Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Universidade do Grande Rio (Unigranrio) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
3. Universidade Estácio de Sá – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
4. Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay – Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro (IDPRDA-SCMRJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Recebido em 08.02.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 05.09.2015
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Lisboa AP, Silvestre KJ, Pedreira RL, Alves NRM, Obadia DL, Azulay-Abulafia L. Nevo azul agminado - Relato de caso. An Bras Dermatol. 2016;91(5):658-60.

Correspondência:

Alice Paixão Lisboa
Boulevard 28 de setembro, 77 Vila Isabel
20551-030 Rio de Janeiro, RJ, Brazil
E-mail: alicepaixaolisboa@yahoo.com

 

Resumo

Os nevos azuis são tumores benignos de melanócitos localizados profundamente na derme reticular, resultantes de uma falha na migração dos melanócitos para a junção dermoepidérmica a partir da crista neural. Em geral, são assintomáticos e solitários, porém podem ser múltiplos ou agrupados (agminado). O subtipo agminado é formado pelo agrupamento de lesões pigmentadas azuladas em uma área bem delimitada, podendo ser plano ou elevado. Relata-se o caso de um paciente que apresentava múltiplas máculas azuladas de 1-3mm de diâmetro cada, agrupadas no dorso superior esquerdo. A dermatoscopia e o exame anatomopatológico foram compatíveis com nevo azul.

Palavras-chave: Melanócitos; Nevo azul; Nevos e melanomas

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações