Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 6




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Angiomatose bacilar com invasão óssea*

Bacillary angiomatosis with bone invasion*


Lucia Martins Diniz; Karina Bittencourt Medeiros; Luana Gomes Landeiro; Elton Almeida Lucas

Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – Vitória (ES), Brasil

Recebido em 28.11.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 20.06.2016
Suporte financeiro: nenhum
Conflito de interesses: nenhum
Como citar este artigo: Diniz LM, Medeiros KB, Landeiro LG, Lucas EA. Angiomatose bacilar com invasão óssea. An Bras Dermatol. 2016;91(6):813-6.

Correspondência:

Karina Bittencourt Medeiros
Avenida Marechal Campos, 1.355 Santos Dumont
29040-091- Vitória, - ES Brazil
Email: karinabm18@gmail.com

 

Resumo

Angiomatose bacilar é infecção determinada por Bartonella henselae e B. quintana. Rara, é predominante em pacientes com síndrome da imunodeficiência adquirida. Descreve-se um caso de paciente com aids e contagem de células TCD4+ igual a 9/mm3, apresentando lesões papulosas e nodulares, eritematovioláceas, disseminadas sobre a pele. A maior localizava-se no dorso da mão e do terceiro quirodáctilo direitos, com osteólise da falange distal observada através da radiografia. O achado de proliferação vascular e demonstração de bacilos, ao exame histológico de lesões cutânea e óssea, levou à conclusão diagnóstica de angiomatose bacilar. Corroborando a literatura, no caso apresentado, a infecção acometia um paciente jovem, de 29 anos, com imunossupressão avançada e achados clínicos e histológicos compatíveis com esse diagnóstico.

Palavras-chave: Síndrome da imunodeficiência adquirida; Angiomatose bacilar; Bartonella; Bartonella quintana

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações