Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Erupção semelhante a líquen plano pilar durante terapia com inibidor da tirosina-quinase (nilotinibe)*

Lichen planopilaris-like eruption during treatment with tyrosine kinase inhibitor nilotinib*


Juliana Ribeiro Leitão1; Neusa Yuriko Sakai Valente2; Priscila Kakizaki2; Isis Suga Veronez1; Mario Cezar Pires2,3

1. Clínica privada – São Paulo (SP), Brasil
2. Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (HSPE) – São Paulo (SP), Brasil
3. Hospital Padre Bento de Guarulhos – Guarulhos (SP), Brasil

Recebido em 14.05.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 15.06.2015
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Leitão JR, Valente NYS, Kakizaki P, Veronez IS, Pires MC. Erupção semelhante a líquen plano pilar durante terapia com inibidor da tirosina-quinase (nilotinibe). An Bras Dermatol. 2016;91(5 Supl 1):S45-7.

Correspondência:

Juliana Ribeiro Leitão
Rua Borges Lagoa, 1.755 Ibirapuera
04038-004 - São Paulo - SP Brasil
E-mail: juhribeiro@hotmail.com

 

Resumo

Inibidores da tirosina-quinase são eficazes como terapias-alvo de neoplasias malignas. O imatinibe foi a primeira tirosina-quinase utilizada. Depois de sua introdução, surgiram diversos outros fármacos com mecanismo de ação similar, mas com menor potencial de causar resistência. Apesar de esses medicamentos serem seletivos, sua atividade tóxica não é dirigida exclusivamente para as células cancerosas, e a toxicidade cutânea representa o efeito adverso não hematológico mais comum. Relatamos uma erupção semelhante a líquen plano pilar que ocorreu durante a terapia com nilotinibe, uma tirosina-quinase de segunda geração, em uma paciente com leucemia mieloide crônica resistente ao imatinibe. Pela revisão da literatura, encontramos somente um relato de alopecia não cicatricial durante o uso de nilotinibe.

Palavras-chave: Alopecia; Líquen plano; Proteínas tirosina quinases

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações