Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

1

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

1

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Esteatocistoma múltiplo supurativo: relato de caso de uma condição rara*

Steatocystoma multiplex suppurativa: case report of a rare condition*


Cândida Naira Lima e Lima Santana1; Daniele do Nascimento Pereira1; Alice Paixão Lisboa1; Juliana Martins Leal1; Daniel Lago Obadia1,2,3; Roberto Souto da Silva1

1. Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Hospital Central do Exército (HCE) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
3. Universidade do Grande Rio (Unigranrio) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Recebido em 07.03.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 20.05.2015
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Lima-Santana CNL, Pereira DN, Lisboa AP, Leal JM, Obadia DL, Silva RS. Esteatocistoma múltiplo supurativo: relato de caso de uma condição rara. An Bras Dermatol. 2016;91(5 Supl 1):S5 1-3.

Correspondência:

Cândida Naira Lima e Lima Santana
Boulevard 28 de Setembro, 77 Vila Isabel
20551-030 - Rio de Janeiro - RJ Brasil
E-mail: candidanaira@gmail.com

 

Resumo

Esteatocistoma múltiplo é um transtorno genético raro, caracterizado pela presença de malformações hamartomatosas na junção do ducto pilossebáceo. É constituído por lesões císticas encapsuladas na derme, com glândula sebácea adjacente. Quando se apresenta com lesões inflamatórias tipo hidrosadenite, constitui o chamado esteatocistoma múltiplo supurativo, uma condição raramente descrita. Este é o primeiro caso relatado na literatura brasileira. Paciente do sexo feminino, 23 anos, com lesões papulares e nódulo-císticas iniciadas nas axilas e virilhas, evoluiu posteriormente com disseminação para tronco, membros inferiores, fossas antecubitais, face e couro cabeludo. A presença de lesões pápulo-nodulares disseminadas associadas a lesões tipo hidrosadenite em áreas flexurais e a um diagnóstico histopatológico de esteatocistoma definiu o quadro de esteatocistoma múltiplo supurativo.

Palavras-chave: Esteatocistoma múltiplo; Hidradenite supurativa; Supuração

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações