Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

23

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

23

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Fasciite eosinofílica*

Eosinophilic fasciitis*


Elisa Baranski Lamback1; Fernanda Simões Seabra Resende2; Thiara Cristina Rocha Lenzi3

1. Hospital Federal da Lagoa – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) – Brasília (DF), Brasil
3. Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) – Brasília (DF), Brasil

Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Recebido em 30.04.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 03.11.2015
Como citar este artigo: Lamback EB, Resende FSS, Lenzi TCR. Fasciite eosinofílica. An Bras Dermatol. 2016;91(5 Supl 1):S57-9.

Correspondência:

Elisa Baranski Lamback
Av. Parque Águas Claras, lote 1015
71906-500 - Brasília - DF Brasil
E-mail: elisalamback@gmail.com

 

Resumo

Fasciite eosinofílica é uma síndrome esclerodermiforme rara, de etiologia desconhecida. Cursa com espessamento da fáscia muscular e do tecido celular subcutâneo, com uma variável infiltração de eosinófilos. Eosinofilia periférica, hipergamaglobulinemia poli ou monoclonal e velocidade de hemossedimentação aumentadas podem estar presentes. Inicia-se de forma aguda, com edema e enrijecimento doloroso e simétrico das extremidades, que progride rapidamente para fibrose, limitando os movimentos articulares. Em muitos casos, encontram-se antecedentes de exercícios físicos extenuantes ou trauma. O diagnóstico é confirmado por biópsia de pele profunda. Glicocorticoides em altas doses são o tratamento de eleição. Apresenta-se caso típico de fasciite eosinofílica com eosinofilia periférica e resposta dramática à pulsoterapia com metilprednisolona.

Palavras-chave: Eosinofilia; Fasciite; Fibrose

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações