Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 91 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Poroqueratose piticotrópica - Relato de caso*

Porokeratosis ptychotropica*


Ana Carolina Franco Tebet; Tatiana Gandolfi de Oliveira; Anna Rita Ferrante Mitidieri de Oliveira; Fabiolla Sih Moriya; Jayme de Oliveira Filho; Luiz Carlos Cucé

Universidade de Santo Amaro (UNISA) – Santo Amaro (SP), Brasil

Recebido em 24.01.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 17.03.2015
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Tebet ACF, Oliveira TG, Oliveira ARFM, Moriya FS, Oliveira Filho J, Cucé LC. Poroqueratose piticotrópica - Relato de caso. An Bras Dermatol. 2016;91(5 Supl 1):S134-6.

Correspondência:

Anna Rita Ferrante Mitidieri de Oliveira
R. Professor Enéas de Siqueira Neto, 340 Jardim das Imbuias
04829-300 - São Paulo - SP Brasil
E-mail: annarita.fmo@gmail.com

 

Resumo

Poroqueratose é uma desordem cutânea caracterizada clinicamente por placas anulares com borda queratótica, em aspecto de muralha, e, histopatologicamente, por apresentar lamelas cornóides. Existem vários subtipos, entretanto um deles, bastante raro e pouco conhecido, recentemente passou a fazer parte destas variantes, sendo nomeado como poroqueratose piticotrópica. Trata-se de uma entidade de superfície verrucosa, podendo lembrar uma placa psoriasiforme, que acomete a região glútea, mais comumente a fenda glútea, associada ou não ao acometimento de extremidades. O prurido está frequentemente presente. Este relato tem como objetivo demonstrar um caso de poroqueratose piticotrópica devido à raridade da doença, assim como sua manifestação pouco comum (placa única), sendo o primeiro caso descrito na literatura brasileira.

Palavras-chave: Dermatologia; Dermatopatias; Patologia; Poroceratose

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações