Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

14

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Carcinomas basocelulares iniciais diagnosticados na Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele são menores que os encaminhados da rede pública*

Initial basal cell carcinomas diagnosed in the National Campaign for Skin Cancer Prevention are smaller than those identified by the conventional medical referral system*


Thweicyka Pinheiro Wakiyama1; Maria Laura Marconi França2; Larissa Pierri Carvalho2; Mariangela Esther Alencar Marques3; Hélio Amante Miot1; Juliano Vilaverde Schmitt1

1. Departamento de Dermatologia e Radioterapia - Faculdade de Medicina de Botucatu – Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (FMB-UNESP) (UNESP) – Botucatu (SP), Brasil
2. Faculdade de Medicina de Botucatu – Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (FMB-UNESP) – Botucatu (SP), Brasil
3. Departamento de Patologia - Faculdade de Medicina de Botucatu – Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (FMB-UNESP) – Botucatu (SP), Brasil

Recebido em 21.01.2016
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 06.02.2016
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Wakiyama TP, França MLM, Carvalho LP, Marques MEA, Miot HA, Schmitt JV. Carcinomas basocelulares iniciais diagnosticados na Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele são menores que os encaminhados da rede pública. An Bras Dermatol. 2017;92(1):25-8.

Correspondência:

Juliano Vilaverde Schmitt
Departamento de Dermatologia, s/n Campus da Unesp
18618-000 - Botucatu - SP Brasil
E-mail: julivs@gmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Carcinoma basocelular é a neoplasia maligna mais frequentemente diagnosticada na Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele. Pouco se conhece a respeito do perfil das lesões destes pacientes em comparação ao perfil das lesões diagnosticadas pelas vias convencionais de atendimento dermatológico público.
OBJETIVOS: Identificar se carcinomas basocelulares provenientes das campanhas de prevenção são menores que os demais operados no mesmo serviço.
MÉTODOS: Estudo transversal incluindo as campanhas de 2011 a 2014 e 84 laudos anatomopatológicos de pacientes ambulatoriais.
RESULTADOS: Identificaram-se nas campanhas 223 indivíduos com lesões suspeitas dentre 2.531 avaliações (9%), sendo operados 116 carcinomas basocelulares. Ao exame anatomopatológico, as lesões primárias provenientes da campanha nacional foram menores que aquelas encaminhadas pelas vias públicas convencionais (28[13-50] x 38[20-113]mm2; p<0,01). Por outro lado, após seguimento médio de 15,6±10,3 meses, 31% dos casos provenientes das campanhas apresentaram novas lesões de carcinoma basocelular.
LIMITAÇÕES DO ESTUDO: Estudo retrospectivo e imprecisões nas medidas das lesões.
CONCLUSÕES: A campanha de prevenção promove o tratamento mais precoce dos carcinomas basocelulares em relação aos pacientes provenientes das vias públicas convencionais de encaminhamento, podendo repercutir em menor morbidade e melhor prognóstico.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Diagnóstico precoce; Prevenção secundária

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações