Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

37

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

37

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 1




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Carcinoma espinocelular do pênis: revisão da literatura e relato de caso tratado com cirurgia micrográfica de Mohs*

Penile squamous cell carcinoma: a review of the literature and case report treated with Mohs micrographic surgery *


Elizabeth Marchionne1; Caroline Perez1; Andrea Hui2; Amor Khachemoune2

1. School of Medicine – University of Nevada – Reno, Estados Unidos
2. Department of Dermatology - State University of New York - Downstate and Veterans Affairs Medical Center – Brooklyn (NY), Estados Unidos

Recebido em 04.08.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 28.10.2015
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Marchionne E, Perez CE, Hui A, Khachemoune A. Carcinoma espinocelular do pênis: revisão da literatura e relato de caso tratado com cirurgia micrográfica de Mohs. An Bras Dermatol. 2017;92(1):92-5.

Correspondência:

Amor Khachemoune
Veterans Affairs Medical Center
800 Poly Place
Brooklyn, NY 11209
Email: Amorkh@gmail.com

 

Resumo

O carcinoma espinocelular (CEC) é o tipo mais comum entre os cânceres de pênis. Embora incomum nos Estados Unidos, o CEC é o mais comum dos cânceres do pênis nos países subdesenvolvidos. O CEC invasivo pode surgir de lesões precursoras ou de novo e tem sido associado à não realização de circuncisão e à infecção por HPV. O diagnóstico precoce é imperativo, uma vez que a disseminação linfática está associada a mau prognóstico. O tratamento cirúrgico radical não é mais obrigatório e terapias conservadoras do câncer do pênis são frequentemente utilizadas, incluindo a cirurgia micrográfica de Mohs. As decisões terapêuticas devem ser tomadas levando-se em conta o tamanho e a localização do tumor bem como a opinião do paciente. É fundamental para o dermatologista estar familiarizado com a avaliação, classificação/estadiamento e os avanços no tratamento do CEC do pênis. Neste artigo, os autores apresentam revisão da literatura sobre CEC do pênis bem como um relato de caso de CEC invasivo tratado com cirurgia micrográfica de Mohs.

Palavras-chave: Carcinoma espinocelular; Cirurgia de Mohs; Neoplasias penianas; Pênis

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações