Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estudo dos níveis séricos e expressão cutânea da proteína S100B na psoríase*

Study of serum levels and skin expression of S100B protein in psoriasis*


Samar Abdallah M. Salem1; Ekramy Ahmed El-Khateeb1; Mervat Harvy2; Hanaa Mohamed El-Sayed Emam3; Wafaa Abdelaal4; Reham El Nemr4; Omneya Osama El- Hagry3

1. Departamento de Dermatologia e Venereologia, Universidade Ain Shams – Cairo, Egito
2. Departamento de Bioquímica Médica, Centro Nacional de Pesquisa – Gizé, Egito
3. Departamento de Dermatologia e Venereologia, Centro Nacional de Pesquisa – Gizé, Egito
4. Departamento de Patologia, Centro Nacional de Pesquisa – Gizé, Egito

Recebido em 12.08.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 15.05.2016
Suporte financeiro: Nenhum
Conflito de interesse: Nenhum
Como citar este artigo: Salem SAM, El-Khateeb EA, Harvy M, Emam HME, Abdelaal W, El Nemr R, El-Hagry OO. Estudo dos níveis séricos e expressão cutânea da proteína S100B na psoríase. An Bras Dermatol. 2017;92(3):327-32.

Correspondência:

Samar Abdallah M. Salem
Dermatology & Venereology Department - Faculty of Medicine
Ain Shams University, Abbasseya Square, Cairo, Egypt
E-mail: smousasalem@yahoo.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A proteína S100B apresenta-se elevada no soro de pacientes com psoríase, sem avaliação prévia de sua expressão cutânea, em contraste com a proteína S100, estudada extensivamente.
OBJETIVO: Avaliar o nível sérico e a expressão cutânea da S100B na psoríase para analisar seu possível envolvimento na patogênese da doença.
MÉTODOS: O nível sérico da proteína S100B foi estimado em 40 pacientes com psoríase de diferentes variedades clínicas e em 10 controles saudáveis. A expressão da proteína S100B foi avaliada imuno-histoquimicamente na pele lesional e não lesional de pacientes e na pele normal dos controles. A relação com a gravidade da doença também foi avaliada.
RESULTADOS: O nível sérico da proteína S100B foi significativamente maior nos pacientes com psoríase (0,15±0,03µg/l) do que nos controles (0,03±0,007µg/l) (valor P <0,001), sem correlação significativa com o escore PASI. Na comparação dos graus de expressão na pele da proteína S100B em biópsias cutâneas lesionais e não lesionais, foi encontrada diferença estatisticamente significativa (P = 0,046) com maior porcentagem de expressão cutânea da proteína S100B (60%) em pele não lesional do que em lesional (42%). Todas as biópsias de controle mostraram expressão negativa.
LIMITAÇÕES DO ESTUDO: Tamanho da amostra relativamente pequeno com uma gama limitada de escores PASI baixos.
CONCLUSÃO: Este estudo indica uma possível ligação entre psoríase e proteína S100B, com maior expressão sorológica e cutânea em pacientes com psoríase do que em controles.

Palavras-chave: Imunohistoquímica; Psoríase; Proteínas S100

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações