Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

28

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

28

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 3




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Hanseníase virchowiana simulando artrite reumatoide - Relato de doença negligenciada*

Lepromatous leprosy simulating rheumatoid arthritis – Report of a neglected disease*


Tatiana Cristina Pedro Cordeiro de Andrade; Tábata Yamasaki Martins; Bruna Cortinóvis Vieira; Tatiane Meira Santiago; Cleverson Teixeira Soares; Jaison Antônio Barreto

Departamento de Dermatologia do Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) – Bauru (SP), Brasil

Recebido em 23.11.2015
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 15.02.2016
Suporte financeiro: Nenhum
Conflito de interesse: Nenhum
Como citar este artigo: Andrade TCPC, Martins TY, Vieira BC, Santiago TM, Soares CT, Barreto JA. Hanseníase virchowiana simulando artrite reumatoide - Relato de doença negligenciada. An Bras Dermatol. 2017;92(3):398-400.

Correspondência:

Tatiana Cristina Pedro Cordeiro de Andrade
Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, km 225/226
17034-971 - Bauru - SP - Brazil
E-mail: tatianap.andrade@gmail.com

 

Resumo

O Brasil apresenta o segundo maior número de casos de hanseníase no mundo; mesmo assim, o diagnóstico tardio é frequente. Relata-se caso de paciente masculino com dor e perda de sensibilidade em mãos e pés há seis anos, com fator reumatoide e anticardiolipinas positivos, em tratamento de artrite reumatoide há cinco anos. Ao exame, infiltração cutânea difusa e face leonina, características de hanseníase virchowiana. Autoanticorpos, como fator reumatoide e anticardiolipinas, são marcadores de doenças autoimunes reumáticas, mas sua positividade também é descrita na hanseníase. Relata-se o caso com o objetivo de alertar os profissionais de saúde a pensar em hanseníase, mesmo em áreas onde a doença é considerada eliminada como problema de saúde pública, evitando interpretações erradas de achados sorológicos e ausência de diagnóstico.

Palavras-chave: Artrite reumatoide; Fator reumatoide; Hanseníase; Mycobacterium leprae

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações