Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 3




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Pustulose exantemática generalizada aguda induzida por hidroxicloroquina: caso com apresentação clínica atípica*

Acute generalized exanthematous pustulosis induced by hydroxychloroquine: a case with atypical clinical presentation*


Hatice Duman1; lteris Oguz Topal1; Emek Kocaturk1; Kubra Cure1; Ilknur Mansuroglu2

1. Departamento de Dermatologia, Okmeydani Training and Research Hospital – Istanbul, Turquia
2. Departamento de Patologia, Okmeydani Training and Research Hospital – Istanbul, Turquia

Recebido em 08.01.2016
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 23.02.2016
Suporte financeiro: Nenhum
Conflito de interesse: Nenhum
Como citar este artigo: Duman H, Topal IO, Kocaturk E, Cure K, Mansuroglu I. Pustulose exantemática generalizada aguda induzida por hidroxicloroquina: um caso com apresentação clínica atípica . An Bras Dermatol. 2017;92(3):414-6.

Correspondência:

Hatice Duman
Okmeydanı Eğitim ve
Araştırma Hastanesi, Deri ve
Zührevi Hastalıklar Kliniği,
Darülaceze Caddesi,
Şişli, Istanbul, Türkiye
E-mail: hatice-ergun15@hotmail.com

 

Resumo

A pustulose exantemática generalizada aguda é uma erupção medicamentosa rara, caracterizada por pústulas estéreis não foliculares agudas sobre uma base edematosa. As drogas mais frequentemente implicadas são os antibióticos beta-lactâmicos. A hidroxicloroquina tem sido amplamente utilizada para tratar doenças dermatológicas e reumatológicas, e foi relatada como causa rara da pustulose exantemática generalizada aguda. Paciente de 42 anos, do sexo feminino, apresentou-se com lesões pustulosas na superfície cutânea, com eritema, edema facial e raras lesões em alvo, atípicas, após 21 dias de tratamento com 200mg/dia de hidroxicloroquina para artrite reumatoide, diagnosticada um mês antes. Relatamos um caso de pustulose exantemática generalizada aguda induzida por hidroxicloroquina e tratada com dapsona e corticosteroide sistêmico.

Palavras-chave: Pustulose exantemática generalizada aguda; hidroxicloroquina; eritema multiforme

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações