Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 4




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Angioedema episódico associado à eosinofilia*

Episodic angioedema associated with eosinophilia*


Fang Liu; Wenxing Hu; Haibo Liu; Min Zhangaqui; Hong Sang

Departamento de Dermatologia do Jinling Hospital filiado à Nanjing University School of Medicine – Jiangsu, China

Recebido em 09/01/2015
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 09.04.2015
Suporte Financeiro: Nenhum.
Conflito de Interesses: Nenhum.
Como citar este artigo: Liu H, Hu W, Liu H, Zhang M, Sang H. Angioedema episódico associado à eosinofilia. An Bras Dermatol. 2017;92(4):535- 7.

Correspondência:

Hong Sang
Department of Dermatology, Jinling
Hospital affiliated to Nanjing University School of Medicine Nanjing
210002 Jiangsu, China
E-mail: sanghong@nju.edu.cn

 

Resumo

Relata-se o caso de uma menina de 12 anos, que apresentava angioedema recorrente em face, tronco e extremidades, e, concomitantemente, ganho considerável de peso por cinco anos. Durante o episódio, sua contagem de leucócitos aumentou para 47,7×109/L, com 89,9% de eosinófilos, seguida por nível sérico elevado de IL-5, IgE, IgM e LDH. O exame histopatológico mostrou infiltração eosinofílica perivascular e difusa por toda a derme. Possíveis causas de hipereosinofilia e infiltração eosinofílica de órgãos vitais foram descartadas. Examinou-se o gene de fusão FIP1L1/PDGFR e ETV6/PDGFR para excluir a possibilidade de neoplasia mieloide e dos vasos linfáticos. A paciente foi tratada com metilprednisolona e recebeu alta com dose regressiva de prednisolona oral, o que resultou na remissão completa do edema e normalização da contagem de eosinófilos no sangue periférico bem como dos níveis séricos de IL-5, IgE, IgM e LDH.

Palavras-chave: Angioedema; Eosinofilia; Interleucina 5

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações