Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 4




Voltar ao sumário

 

Qual é seu diagnóstico?

Caso para diagnóstico*

Case for diagnosis. Infective dermatitis associated with HTLV-1: differential diagnosis of atopic dermatitis*


Lorena Maria Lima de Oliveira1; Marcos Vilela de Souza3; Antonio Carlos Martins Guedes1,2; Marcelo Grossi Araújo1,2

1. Serviço de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG), Brasil
2. Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais - Belo Horizonte (MG), Brasil
3. Departamento de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Lavras – Lavras (MG), Brasil

Recebido em 05.11.2016
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 30.12.2016
Suporte Financeiro: Nenhum.
Conflito de Interesses: Nenhum.
Como citar este artigo: Oliveira LML, Souza MV, Guedes ACM, Araújo MG. Caso para diagnóstico. Dermatite infecciosa associada ao HTLV- 1: diagnóstico diferencial de dermatite atópica. An Bras Dermatol. 2017;92(4):575-6

Correspondência:

Lorena Maria Lima de Oliveira
Alameda Álvaro Celso, 55 - Santa Efigênia
30150-260 -Belo Horizonte, MG - Brazil
E-mail: lorenahlima@gmail.com

 

Resumo

A dermatite infecciosa associada ao HTLV-1 (DIH) é o principal marcador cutâneo da infecção pelo HTLV-1. Ocorre, principalmente, em crianças e deve ser diferenciada de outros eczemas, especialmente da dermatite atópica. As maiores casuísticas da DIH são provenientes da Jamaica e do Brasil. Estima-se em 15 a 20 milhões de pessoas infectadas pelo vírus no mundo, e o Brasil é uma das regiões endêmicas. Estudos sugerem que a DIH em crianças possa ser um marcador para o desenvolvimento de leucemia/linfoma de células T do adulto (ATL) ou mielopatia associada ao HTLV-1/paraparesia espástica tropical (HAM/ TSP) na vida adulta.

Palavras-chave: Dermatite; Dermatite atópica; Eczema; Leucemia-linfoma de células T do adulto; Paraparesia espástica tropical; Vírus 1 linfotrópico T humano

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações