Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 5




Voltar ao sumário

 

Investigação

Aftas orais recorrentes em adolescentes masculinos de 18 anos - Prevalência e fatores associados: um estudo de base populacional*

Recurrent aphthous stomatitis in 18-year-old adolescents - Prevalence and associated factors: a population-based study*


Paulo Ricardo Martins de Souza1,4; Rodrigo Pereira Duquia2; Juliano de Avelar Breunig3; Hiram Larangeira de Almeida JR4,5

1. Serviço de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre – Porto Alegre (RS), Brasil
2. Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – Porto Alegre (RS), Brasil
3. Departamento de Dermatologia da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) – Santa Cruz do Sul (RS), Brasil
4. Pós-graduação em Saúde e Comportamento da Universidade Católica de Pelotas (UCPEL) - Pelotas (RS), Brasil
5. Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) – Pelotas (RS), Brasil

Recebido em 04.05.2015
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 25.06.2016
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Martins de Souza PR, Duquia RP, Breunig JA, Almeida Jr. HL. Aftas orais recorrentes em adolescentes masculinos de 18 anos - Prevalência e fatores associados: um estudo de base populacional. An Bras Dermatol. 2017;92(5):626-9.

Correspondência:

Hiram Larangeira de Almeida Jr
Gonçalves Chaves, 373
96015-560 - Pelotas, RS Brasil
Email: hiramalmeidajr@hotmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Afta oral recorrente é uma doença dolorosa de etiologia desconhecida. É a afecção oral mais frequente, acometendo principalmente adultos jovens.
OBJETIVOS: Conduzir um estudo de base populacional em alistandos do Exército para avaliar a prevalência de aftas orais recorrentes e fatores associados em adolescentes masculinos.
MÉTODOS: Entrevista durante exame clínico no Exército.
RESULTADOS: Neste grupo (2.427 entrevistados), a prevalência de afta recorrente foi de 24,9%. As variáveis tabagismo, portador de herpes labial e nível socioeconômico mais alto estiveram associadas ao desfecho.
LIMITAÇÕES DO ESTUDO: somente adolescentes masculinos foram entrevistados.
CONCLUSÕES: Nossos resultados demonstram alta prevalência de aftas nessa população, associação com herpes simples e com nível econômico mais alto. O efeito protetor do tabagismo foi confirmado pelos nossos achados.

Palavras-chave: Adolescente; Epidemiologia; Afta oral

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações